O flagrante foi feito por policiais rodoviários federais, que avistaram o momento em que um idoso se aproximava do ônibus, e é deixado para trás pelo motorista do coletivo. Os policias foram atrás do motorista da linha Vila C-Centro, e o fizeram retornar para pegar o idoso no ponto de ônibus.

O caso aconteceu nesta quinta-feira (8), na região da Ponte da Amizade, na fronteira com o Paraguai, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, por volta das 12h00min. Um idoso juntamente com outros passageiros que estavam no ponto de ônibus aguardando coletivo. Quando parou no ponto, o coletivo que faz a linha Vila C-Centro, o idoso então se apressou para embarcar pela porta do meio do ônibus, e ao chegar perto, o motorista arrastou o veículo deixando o passageiro de idade no ponto.

Publicidade
Publicidade

Porém o motorista não contava com a intervenção de policiais rodoviários que estavam próximos ao local e avistaram toda situação.

Os policiais fizeram o motorista retornar e embarcar o idoso, que tinha sido deixado para trás. Passageiros que estavam no ponto de parada de ônibus, registraram pela câmera de um celular, o momento em que o coletivo volta escoltado, por uma moto da PRF ao local, para buscar o senhor de idade que ainda estava lá. Os outros passageiros que estavam no ponto aplaudiram a atitude dos policiais, que foram ovacionados. E o idoso pode embarcar com calma até seu destino.

O motorista do coletivo foi multado por falta de atenção ao passageiro, conforme o Código Brasileiro de Trânsito, a multa é caracterizada como uma infração leve, com valor de R$ 88,38, e gera um perda de 3 pontos na carteira de habilitação.

Publicidade

Em entrevista a imprensa o PRF Adi Alecssandro, que abordou o motorista do ônibus, informou ao jornalista que viu toda ação, e que mesmo sobre protestos, o motorista segue viagem. Ele conta ainda que independentemente de ser uma infração de trânsito, é um desrespeito a dignidade humana, ainda mais se tratando de um idoso, quando a sociedade tem que ser mais sensível à situação.

Na matéria também mostra outros passageiros reclamando que é uma atitude rotineira dos motoristas de coletivo da região. Muitos já foram deixados também no ponto de ônibus, uma passageira relata que já teria passado pela situação constrangedora, naquele ponto por 3 vezes.

O responsável pelo consórcio que administra o transporte coletivo da cidade, informou que está averiguando a situação, e que medidas serão tomadas. Pois segundo ele a prioridade é transportar os passageiros, seja ele quem for.

Segue o vídeo com a entrevista completa:

#Investigação Criminal