Na noite deste último domingo (25), um grave acidente acabou ceifando a vida de duas pessoas, no Centro de Álvares Machado, município do estado de São Paulo. As duas vítimas estavam em uma motocicleta quando foram atingidos por um carro e arrastados alguns metros pela rua. O que parecia um acidente de trânsito acabou sendo investigado pela polícia como #Crime de homicídio doloso, uma vez que a motorista do veículo teve a intenção de matar. Ela seria mulher do homem de 29 anos, que estava com a sua amante, de 20 anos na garupa da moto. Ao presenciar os dois juntos, a esposa descontrolada teria perseguido as vítimas, batido nelas com o carro e logo depois arrastado a moto por cerca de vinte metros.

Publicidade
Publicidade

A mulher dirigia um Honda Civic, e teria premeditado o acidente. O crime assustou os moradores da cidade, devido à brutalidade. Depois de atingir a moto pela parte de trás as duas vítimas já caídas no chão, teriam sido arrastadas ainda debaixo do carro por diversos quarteirões. A polícia militar foi acionada e compareceu ao local, onde encontrou as duas vítimas. Elas já estavam sem vida, ainda assim a equipe de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência compareceu ao local para constatar os óbitos. Além do serviço de resgate, a perícia também foi chamada para averiguar as circunstâncias do crime.

De acordo com as investigações dos peritos, não houve tentativa de frear o carro depois que a batida aconteceu. Em nenhum momento a mulher tentou parar o carro uma vez que a moto havia sido atingida, pelo contrário, ela teria continuado a acelerar mesmo com as duas vítimas praticamente debaixo do veículo.

Publicidade

Além disso, após arrastar a motocicleta por um longo trajeto, ela teria perdido o controle e batido em um muro, somente após essa batida que teria parado, ou seja, mais uma prova de que ela não teria tentado parar o carro. Pessoas que passavam no momento do acidente, também testemunharam à polícia e disseram que o carro estava em altíssima velocidade, e que não viram as luzes de freio ligadas no momento. Diante dos fatos a polícia passou a tratar o crime como se houvesse a intenção de matar. A mulher confessou que perseguiu o marido por ciúmes, e que ao perceber que a outra estava na motocicleta teria provocado o acidente. Ela foi presa em flagrante e agora detida aguarda decisão judicial. #Investigação Criminal