Na tarde desta última quarta-feira (28), as câmeras de segurança de um estabelecimento flagraram o momento em que uma mulher e sua filha foram atropeladas por uma moto que fugia da polícia, no bairro Céu Azul, em Venda Nova, região metropolitana de Belo Horizonte. As duas esperavam perto da calçada para atravessar uma rua que tinha um fluxo razoável de veículos quando um homem passou desgovernado com sua moto literalmente encima delas. As cenas impressionam devido a gravidade do acidente. Nas cenas é possível ver o momento em que a mulher visualiza o veículo e percebe que ele não iria parar. Ela ainda tenta desviar a criança do local, mas acaba ficando imóvel devido ao susto.

Publicidade
Publicidade

Elas estavam perto de diversos pontos de comércio e outras pessoas também passavam pelo mesmo caminho no momento em que tudo aconteceu. A motocicleta atinge as duas, que são arrastadas no chão, é possível ver que a criança ainda tenta levantar depois do acidente, mas vários pedestres param e tentam acalmar as duas até que o socorro chegasse.

Segundo informações relatadas pela polícia, o motorista teria se recusado a parar em uma blitz poucos metros antes do local do acidente. Diante da evasão começou um processo de fuga, e perseguição, até que ele atingiu as vítimas. Ao que parece antes de atropelar mãe e filha ele teria batido um carro e por isso estaria sem o controle da direção do veículo e por isso não teria conseguido parar ao ver as duas. Elas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levadas ao Hospital João XXIII especializado no atendimento a politraumatizados.

Publicidade

Elas seguem internadas para avaliação, mas passam bem, e não correm risco de morrer. Apesar do susto grande mãe e filha não tiveram ferimentos mais graves. No momento da colisão, um outro homem estava na garupa da moto, ele também foi atendido e levado ao Hospital Risoleta Neves. A Delegacia de Acidentes investigará o acidente, no momento do flagrante o motorista chegou a ser detido, mas foi levado até a delegacia e liberado. Ele responderá na justiça após as investigações terminarem.

#Investigação Criminal