Neste sábado, dia 3 de dezembro, a emoção tomou conta de todo o Brasil. Os 2 aviões da FAB chegaram ainda pela manhã no aeroporto de Chapecó com os corpos dos jogadores da Chapecoense, vítimas do acidente aéreo na Colômbia. Os caixões foram levados até o estádio Arena Condá e lá chegando foram recebidos com muitos aplausos. Na arquibancada, as pessoas choravam, acenavam dando seu último adeus, prestando sua última homenagem e no meio disso tudo, podemos ver diversas faixas agradecendo ao povo colombiano, por eles terem se empenhado no resgate das vítimas, por terem sido tão humanos, tão atenciosos e realizado uma homenagem tão linda, na noite que mostrou ao Brasil que todos somos um só, que as fronteiras não existem no momento de dor.

Publicidade
Publicidade

Os brasileiros não cansam de agradecer nas redes sociais, todo o carinho demonstrado pelos colombianos nesse momento de angústia e agora, através de faixas, mostraram ao mundo inteiro que o Brasil sabe ser grato.

A Arena Condá se encheu de tristeza, dor, saudade, mas também de gratidão e os colombianos puderam ver que o esforço deles não foi em vão, pois estaremos agradecidos para sempre e isso fez com que Brasil e Colômbia deixassem todas as diferenças de lado para começar uma nova relação de amizade, de irmandade.

Choveu forte durante toda a manhã em Chapecó, mas nem isso fez com que o público deixasse a Arena. Muitas pessoas chegaram ao local ainda de madrugada e lá continuam, se despedindo dos jovens atletas que viajaram em busca de um sonho e tiveram a carreira interrompida de forma brusca.

Publicidade

Um torcedor, presente no estádio, disse que o carinho dos colombianos para os chapecoenses e também com os brasileiros, foi comovente.

Por várias partes do estádio, pôde-se ver faixas de agradecendo ao povo colombiano, que resgatou as vítimas, prestou atendimento aos feridos e tratou com todo respeito os mortos. A cerimônia realizada na última quarta-feira (30), pelos colombianos no estádio de Medellín, mostrou que o jogo nunca aconteceu, mas que isso se tornou motivo não de decepção, mas de união entre os dois países. #Tragédia #Chapecoense #Morte