A tragédia da Chapecoense já completa mais de dez dias. Mesmo assim, um jogador ainda nem sabe o que aconteceu. Ele é o zagueiro Neto, último resgatado na região de Medellín, na Colômbia. O acidente com o avião da Lamia ocorreu no dia 29 de dezembro, matando 71 pessoas. Neto foi um dos seis sobreviventes. De acordo com informações do 'Jornal Nacional', da TV Globo, em reportagem publicada neste sábado, 10, uma psicóloga achou melhor que o zagueiro não fosse informado sobre o que aconteceu com os amigos dele. No entanto, ele acordou e, obviamente, achou tudo estranho. Os médicos então disseram que ele sofreu um acidente grave durante a partida de futebol.

Publicidade
Publicidade

O jogador da #Chapecoense perguntou aos médicos como foi a partida contra o Atlético Nacional pela final da Copa Sul-Americana e por que estava tão ferido. O jogo acabou nunca acontecendo, mas a Chape recebeu o título de campeã da competição, graças ao fair play do Atlético Nacional. Em entrevista à TV Globo, um dos médicos do clube de Santa Catarina, Carlos Mendonça, explicou que psicologicamente, neste momento de recuperação, é necessário que Neto esteja muito forte. De todos os sobreviventes, ele é o que tem o estado de saúde mais delicado, apenas agora começando a se comunicar, ainda que brevemente.

Recomendação marcante

“Há uma recomendação", disse Carlos, que em seguida revelou que uma psicóloga cuida diretamente da evolução mental do jogador. Para ele, ela teve um choque emocional muito grande.

Publicidade

A profissional garante que essa revelação apenas deve ser feita, assim que ele tiver uma recuperação de saúde maior que a atual. O estado de saúde de Neto chegou a ser descrito como gravíssimo, mas agora é crítico. Isso significa que ele ainda corre o risco de morrer, mas não tanto como outrora. Atualmente, Neto é o atleta que mais necessita de cuidados.

Alan Ruschel deve ser o primeiro sobrevivente a receber a ordem de transferência para o Brasil. A expectativa é que isso aconteça entre domingo, 11, e segunda-feira, 12.