O WhatsApp Messenger é um dispositivo multiplataformas que foi desenvolvido para o envio de mensagens instantâneas e chamadas de voz para os aparelhos Smartphones. Além disso, os usuários podem compartilhar arquivos em PDF, vídeos, entre outros formatos. O aplicativo está disponível para aparelhos com sistema operacionais, como Android e iOS.

Desde que foi criado, em 2009, o #WhatsApp, chegou ao seu auge em 2012, quando alcançou 10 bilhões de mensagens compartilhadas no mundo todo. De acordo com dados da consultoria GlobalWebIndex, 80% das pessoas que utilizam o WhatsApp são proprietários de aparelhos celulares com sistema operacional Android.

Publicidade
Publicidade

Mas, apesar de ser considerado um aplicativo muito útil na vida cotidiana dos usuários, temos que ter atenção redobrada na hora de acessar informações e de clicar em links de origem desconhecida. De acordo com especialistas, um novo tipo de golpe está sendo espalhado pelo WhatsApp.

Informações do portal ThecTudo afirmam que, desta vez, os hackers estão utilizando um pacote que é representado por emoticons animados com diversos temas de Natal. Após clicar no anúncio, os usuários são levados para um site, onde terão que assinar pelos serviços de telefonia de celular para baixar os aplicativos.

Em um teste realizado pelo site TechTudo, o link testado foi direcionado para um página para a instalação do dispositivo da Uber. Estima-se que as empresas responsáveis por esses aplicativos ainda não foram notificadas sobre o assunto.

Publicidade

De acordo com Fabio Assolini, pesquisador de segurança do Kaspersky Lab, alguns hackers estão adulterando aplicativos de determinadas empresas com o objetivo de fazer com os usuários se cadastrem neles e por um descuido acabam repassando informações sigilosas, como número de cartão de crédito, número de CPF, entre outros.

De acordo com o presidente da ESET, Camillo Di Jorge, responsável por oferecer informações sobre soluções de segurança, em apenas uma hora de uso este link já prejudicou mais de 10 mil membros do WhatsApp.

''As atualizações de recursos do próprio aplicativo são realizadas por meio de atualizações oficiais. Esses hackers estão apostando nas curiosidades das pessoas e começam a divulgar links com acessos a informações restritas. Após clicar no link, não há mais o que possa ser feito'', afirma Di Jorge. ''Pense duas vezes antes de clicar em links que geralmente são enviados por SMS'', adverte. #Golpe #fraude