O #Crime aconteceu na madrugada desta última quarta-feira (21), um pai de santo teve sua casa invadida por seis bandidos, que o amarraram e o amordaçaram em um dos cômodos da casa. A residência da vítima fica localizada Rua Francisca Magnólia, no bairro Santa Maria da Codipi, Zona Norte de Teresina. O pai de santo, porém conseguiu esconder o celular e pedir ajuda pelo Facebook, a policia quando chegou ao local os bandidos já tinham fugido e a vítima estava toda amarrada e amordaçada, trancada no quarto.

No assalto foram levados, uma Tv, documentos e o veículo da vítima. A polícia informou que a vítima, mesmo amarrada conseguiu conectar-se á rede social e pedir socorro.

Publicidade
Publicidade

Amigos de sua rede social ligaram para a polícia que se dirigiu até o local.

De acordo com o tenente do 13ª Batalhão de Polícia Militar, Daniel Viana, informou que o pai de santo, contou que seis homens invadiram sua casa e o renderam. A vítima também passou para os policiais as características dos criminosos. A polícia então iniciou as buscas imediatamente.

No decorrer da diligência em busca dos bandidos, a polícia recebeu informações que um veículo com características iguais ao da vítima, teria passado em alta velocidade, seguindo em direção ao bairro Francisca Trindade. A polícia foi até o bairro para realização de buscas no local, e em pouco tempo os agentes conseguiram recupera o veículo e os documentos, somente a televisão não foi encontrada.

Depois de encontrado e libertado pela polícia, o pai de santo voltou à rede social para agradecer, a Deus, aos orixás e a todos que o ajudaram, tanto os que ligaram para a polícia, quanto para os que rezaram para que nenhum mal lhe acontecesse.

Publicidade

Ele aproveitou para tranquilizar a todos e informar que estava bem, depois de um grande susto.

A polícia continua investigando o caso, e estaria em busca de recolher as imagens das câmeras de monitoramento externo do local, para que, em posse das imagens possam identificar e depois localizar e prender o bando.

Até o encerramento desta matéria nenhum suspeito havia sido preso ou identificado, porém a policia segue nas investigações para que possa prender os culpados o mais rápido possível.

#Casos de polícia