A cidade de Palma Sola, em Santa Catarina, foi atingida neste último domingo por um forte temporal. Quando a chuva começou já era por volta das 8h30 e rapidamente os ventos ficaram mais fortes e muitas casas foram destelhadas, árvores derrubadas e a Defesa Civil recebeu inúmeras ligações pedindo ajuda. No final da tarde de sábado (17) já estava chovendo e, apesar de ser mais branda, já serviu para deixar o solo bem encharcado. Quando o temporal chegou na manhã de domingo, as ruas ficaram alagadas rapidamente e a água invadiu muitas residências.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, mais de 100 residências foram prejudicadas pelo forte temporal, sem contar o prejuízo causado ao comércio, escolas, indústrias e a cidade de um modo geral.

Publicidade
Publicidade

Foram cerca de 40 minutos de uma chuva muito intensa, com ventos fortes, que deixou a população em pânico.

A Defesa Civil começou a doação de lonas tão logo o temporal diminuiu e as famílias atingidas cobriram as residências, evitando que a água continuasse entrando, já que muitas residências tiveram as telhas levadas pela ventania. Os locais mais atingidos foram o centro da cidade e também o bairro Sol Nascente, onde dois idosos tiveram que ser resgatados, pois as casas ficaram inundadas e eles não conseguiram sair.

Diante do estado de calamidade em que Palma Sola ficou, Bombeiros e Defesa Civil tiveram que unir esforços para conseguirem atender a todos os chamados, mesmo assim, muita gente teve que esperar, pois não havia oficiais suficientes para atenderem a todos ao mesmo tempo. Uma triagem tentou organizar os atendimentos, dando prioridade aos casos mais graves, mas era difícil saber onde havia mais destruição, pois o município foi praticamente todo atingido.

Publicidade

Desde o centro da cidade, assim como os bairros mais distantes, não teve um só lugar que não sofreu com o forte temporal. Todos agora correm contra o tempo porque a previsão é de mais chuva no decorrer da semana, com pancadas isoladas, mas ninguém sabe se virá um temporal destruidor como o desse último domingo. #Tragédia #Inundação #Chuvas Torrenciais