Em #Bauru (SP), uma adolescente de 13 anos escreveu uma cartinha para o Papai Noel pedindo ajuda. “Eu quero uma camisa, uma calça ou shorts e quero também um sapato, porque minha mãe não tem dinheiro para comprar”. Nesta época do ano é normal que crianças e adolescentes escrevam pedindo presentes ao Papai Noel. Mas o que poderia ser apenas uma carta normal se transformou em um desabafo desesperado da garota. No final da cartinha ela escreve: “Estou sendo abusada pelo meu padrasto, mas não conta pra ninguém.”

Por meio da escola onde a garota estuda, a cartinha seria enviada aos Correios. Um professor decidiu ler o conteúdo.

Publicidade
Publicidade

E tomou um susto. Foi quando o educador descobriu que a garota estava sofrendo abusos sexuais por parte de seu padrasto, decidindo ajudar a jovem.

O docente acionou o Conselho Tutelar. A primeira medida foi retirar a garota da casa dos seus pais e encaminhá-la a um abrigo, onde recebeu todo apoio psicológico da Secretaria de Bem Estar Social (SBES).

O professor contou ao portal G1 que a garota demonstrava ter sinais de que alguma coisa estava errada. “Ela era muito indisciplinada. Deduzi que esse problema não era dentro da escola e sim fora”, disse o educador.

O medo de denunciar os abusadores

Segundo a psicóloga Sarah Axcar, desde os 6 anos de idade a adolescente de 13 anos vinha sendo abusada sexualmente pelo padrasto. A jovem tinha medo de denunciar o crime, porque o padrasto dizia que mataria a mãe dela.

Publicidade

De acordo com a psicóloga, é comum os abusadores dizerem que irão matar a mãe, irmãos e outros membros da família. Dessa maneira, a vítima fica com medo e permanece no silêncio. A mãe da adolescente não acreditou nas denúncias da filha.

O professor responsável por ajudar a adolescente informou que vai adotar a cartinha da jovem e comprar todos os presentes pedidos por ela ao Papai Noel.

De acordo com a polícia de Bauru, nos últimos anos esse tipo crime tem aumentado cerca de 50% na cidade. O caso está sendo investigado pela Vara da Infância e Juventude de Bauru e corre em segredo de Justiça. #Abuso Sexual #Cartinha para Papai Noel