A #Petrobras anunciou, nesta segunda-feira, que os preços dos combustíveis serão reajustados a partir desta terça-feira (06). A #Gasolina sofrerá elevação de 8,1%, enquanto o diesel será aumentado em 9,5%. O consumidor já pode sentir a alteração nos valores já a partir da meia noite desta terça. De acordo com a empresa, o reajuste será feito nas refinarias. Isso quer dizer que é possível que o aumento, para o consumidor, pode ser menor que os valores apresentados pela empresa.

Se o reajuste for repassado para os clientes dos postos de combustível, o preço da gasolina pode subir cerca de 0,12 centavos, enquanto o do diesel pode ser elevado em até 0,17 por litro.

Publicidade
Publicidade

Esse é a primeira elevação de preços da companhia, depois de dois anúncios seguidos de quedas nos preços dos combustíveis.

Revisão mensal

De acordo com a Petrobras, as recentes alterações de preços dos combustíveis faz parte de uma nova prática da empresa. Desde outubro, a estatal decidiu que adotaria duas medidas para reajuste dos preços. Uma delas seria a questão do lucro, incluindo impostos. Esse fator levaria em consideração a variação da cotação do dólar. A outra é a linearidade com os preços cobrados pelo petróleo no exterior. Segundo a empresa, não haverá mais compensação de preços. Os valores será sempre praticados com os mesmos valores de outros países.

Segundo nota divulgada para a imprensa, a Petrobras informou que o que determinou a revisão dos preços dos combustíveis foram a elevação dos valores do petróleo e seus derivados, e a recente baixa do câmbio.

Publicidade

"Por outro lado, a participação da Petrobrás no mercado interno de diesel registrou pequenos sinais de recuperação", diz a nota tornada pública pela empresa.

Redução de 0,01

Em outubro, a Petrobras anunciou a diminuição dos preços dos combustíveis em cerca de 3%. Isso, convertido para valores que pudessem chegar ao consumidor, daria R$ 0,01 de desconto. O valor, porém, não foi notado por motoristas. A situação frustrou tanto os clientes, que pretendiam finalmente receber algum desconto na gasolina, quanto de postos de combustível, que teriam uma oportunidade de baixar os preços para tentar vender mais. #Governo