Foram presos na manhã desta segunda-feira, 26 de dezembro, em Goiânia, capital de Goiás, três jovens acusados de assassinar um casal de lésbicas em um Bairro da periferia da capital goiana. Segundo informações do delegado da Policia Civil, Douglas Pedrosa, os assassinos armaram uma emboscada para matar as duas jovens. O motivo do assassinato seria uma disputa do tráfico, já que tanto as vítimas como os acusados lutavam pelo mesmo ponto de venda de entorpecentes. Um dos jovens confessou em depoimento ter assassinado as vítimas. O #homicídio foi registrado pela Polícia Militar na quarta-feira da semana passada, dia 21 de dezembro. No momento do crime, elas estavam em uma motocicleta e foram executadas com cerca de quatorze tiros.

Publicidade
Publicidade

Um dos acusados, Renato Fabrício Santos Pereira, de 20 anos, relatou na delegacia que, há pouco tempo, as vítimas tentaram matá-lo a tiros. Por isso, ele ligou para elas fingindo ser outra pessoa e agendou o encontro, usando um celular emprestado por Bartolomeu Marinho de Souza, de 30 anos. Para cometer o crime, ele usou uma arma também emprestada. Já Victor da Silva, de 20 anos, foi quem conduziu o veículo no momento do homicídio.

O delegado disse em entrevista que as duas vítimas, Daniela Silva Gomes e Fabiana Brás Conceição, tinham um relacionamento amoroso e o casal havia se mudado há cerca de quinze dias para a Vila Redenção. O delegado disse também que as duas jovens estavam vendendo #drogas no Setor Vila Regina. Assim, os autores planejaram o homicídio porque elas estariam atrapalhando as vendas de drogas praticadas por eles.

Publicidade

O dono do celular, o jovem Bartolomeu, já era cliente das duas, por isso elas foram até o local do crime acreditando que iriam fazer uma venda, mas ao perceberem que se tratava de uma emboscada, elas tentaram fugir em alta velocidade na motocicleta, mas mesmo assim acabaram baleadas e mortas.

O primeiro a ser preso pela Polícia Civil de Goiás foi Bartolomeu, o jovem que emprestou o celular. No momento da prisão, ele estava em um bar no Setor Vila Regina. Logo após, a equipe policial prendeu o Victor, no Setor Capuava. Já Renato estava no Setor Finsocial, na casa da sogra, no momento em que foi encontrado e detido.

Os três jovens irão responder por homicídio duplamente qualificado e, se condenados, podem ficar presos por até 30 anos. #Casos de polícia