Um grave #Acidente foi registrado no sábado (24), na BR 163, próximo a cidade de Matupá, a cerca de 690 km de Cuiabá (MT). Onde quatro pessoas da mesma família morreram e uma ficou gravemente ferida. Segundo informações repassadas pela Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 19h. Ainda, de acordo com a polícia, os veículos envolvidos no acidente foram um Gol de cor branca, com placa da cidade de Novo Mundo, e uma pick-up Strada, de cor prata, com placas de Matupá. No Gol estavam quatro pessoas da mesma família identificadas como Ludmila, de 11 anos, Maria, de14 anos, Ademir, de 43 anos e sua esposa, Edilene, de 31 anos.

Publicidade
Publicidade

Uma das filhas do casal ainda foi socorrida com vida e levada às pressas para o Hospital Municipal de Matupá, mas devido à gravidade dos ferimentos, não resistiu e morreu após dar entrada na unidade médica. Já o condutor da pick-up foi identificado como Rudinei, de 23 anos. O mesmo foi encaminhado para o Hospital Municipal de Matupá, em estado grave. Em seguida, foi encaminhado para o Hospital Regional de Sorriso (MT).

Segundo informações de testemunhas, o condutor da pick-up fez uma ultrapassagem e acabou colidindo de frente com o outro carro, que vinha no sentido oposto. Conforme relata a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor da pick-up apresentava sinais de embriaguez. O Corpo de Bombeiros teve que usar ferramentas hidráulicas para poder retirar as vítimas que estavam presas nas ferragens.

Publicidade

A Polícia Militar junto com a Polícia Federal, estiveram no local do acidente para controlar o trânsito que ficou bastante congestionado devido ao acidente. De acordo com a mídia local, o Tenente Herbe pediu para os condutores de veículos terem muito cuidado no feriado de final de ano.

Segundo o portal de notícias “Olhar Cidade”, o corpo de Ademir Loiola Menezes, de 43 anos, que morreu no trágico acidente, ficará alguns minutos com parentes em Peixoto de Azevedo, em seguida, vai ser transladado para Mato Grosso do Sul, onde residem os seus familiares. #Investigação Criminal #Casos de polícia