Um vídeo está provocando grande polêmica nas redes sociais. Publicado nessa semana, ele mostra um jovem em plena casa do Papai Noel. O tal homem fuma maconha enquanto grava um vídeo, na tentativa de compartilhar aquele momento criminoso nas redes sociais. Não se sabe exatamente onde tudo aconteceu. No entanto, o vídeo é brasileiro, pois termina com a chegada de um segurança e o protagonista das imagens se dando mundo mal. Acredita-se que a cena tenha acontecido em um shopping e o tal rapaz tenha esperado o estabelecimento ser fechado para começar a gravar o seu momento "fora da casinha'.

Imagens foram gravadas com celular do bandido

Com um celular nas mãos, ele grava sentado na cadeira do bom velhinho, um local que crianças certamente passariam e pediriam os seus presentes de Natal.

Publicidade
Publicidade

Sem respeitar a festa que celebra o nascimento de Jesus Cristo, o homem continua a fazer a gravação, talvez na esperança de não ser incomodado por ninguém. “Bom dia para nós, primeiramente, tá ligado?”, fala ele ao colocar fogo e acender o seu baseado. Ele chama a droga de 'Beck 2' e faz brincadeiras com a cadeira do "bom velhinho". Segundo ele, a cadeirona é para reis. De fato, o rapaz parece muito confortável em uma situação que causou indignação na internet.

As imagens terminam com outro homem, possivelmente o segurança, aparecendo e mandando o infrator colocar as mãos na cabeça. Ele xinga o rapaz e diz que aquele não era um local para se fazer isso, o que era meio óbvio. Nas redes sociais, muita gente garante que ele deve ter levado uma boa lição, mas que essa não foi gravada, será?

Imagens polêmicas

Veja abaixo o vídeo que mostra o garoto fumando maconha em plena casa do Papai Noel.

Publicidade

Na sua opinião, ele deveria receber uma punição mais grave por desrespeitar um local que deveria apenas receber crianças apaixonadas pelo bom velhinho? Não esqueça de deixar sua opinião. Ela é sempre muito importante para todos nós. Caso isso acontecesse e você visse, o que faria para melhorar o Natal do seu filho?

#Crime #Investigação Criminal