Nesta sexta-feira, 02, a polícia colombiana começou a divulgar novas imagens do resgate envolvendo o avião da #Chapecoense. A aeronave caiu na terça-feira, 29, matando 71 pessoas. As imagens divulgadas hoje pelas autoridades exibem um dos seis únicos sobreviventes da catástrofe, Erwin Tumiri, um dos tripulantes do avião. Ele disse que, ao perceber que a aeronave da Lamia cairia, apenas obedeceu aos protocolos internacionais, ficando em posição fetal. No vídeo divulgado pela polícia, Erwin aparece em estado de choque. Ele foi um dos primeiros a ser resgatado no local, tendo ferimentos superficiais.

Nas imagens, ele começa a gritar pelos colegas de tripulação, querendo saber onde esses estavam.

Publicidade
Publicidade

"Onde está Alex? Alex... Ángel... David... Minha tripulação", gritava ele. Os bombeiros que realizavam o resgate solicitavam que ele se acalmasse, pois era necessário que economizasse força, a fim de que não trouxesse preocupações ainda mais graves a seu estado de saúde. Erwin era um dos comissários de bordo da aeronave da Lamia, companhia aérea com história tortuosa, que apenas no ano passado mudou sua sede, saindo da Venezuela e indo à Bolívia. A ele cabia a tarefa de verificar a segurança de todos, além de entregar um lanche e água, caso necessário.

De origem boliviana, ele era um dos nove originários dese país no voo. Apenas uma das suas colegas, Ximena Suárez, que trabalhava como assistente de bordo, sobreviveu. Ela revelou em entrevistas que, ao verem que uma emergência estava acontecendo, muitos jogadores ficaram de pé, ao invés de obedecerem seus gritos, de sentarem e atarem seus cintos de segurança.

Publicidade

Ela acredita que, caso todos tivessem obedecido às regras, mais pessoas teriam sobrevivido ao incidente.

Enwin também deu uma entrevista ao jornal da Bolívia La Razón. Ele disse que houve um momento de pânico na aeronave que muitos levantaram. "Coloquei umas malas entre as pernas e fiquei na posição fetal, recomendada para acidentes", explicou ele na entrevista.

Veja abaixo o vídeo divulgado pela política colombiana que mostra o tripulante da aeronave gritando pelos nomes dos colegas de trabalho. Não esqueça de comentar e compartilhar essa história.

#Crime