Um homem, que inicialmente pensou-se ser um salva-vidas, acabou morrendo depois de tentar fazer um ato heroico. Ele viu duas crianças se afogado, em uma piscina, na cidade de Planaltina, no Distrito Federal (DF) e tentou fazer de tudo para salvá-las. Para ajudar as crianças, o salva-vidas, cuja profissão verdadeira era auxiliar de serviços gerais, pegou uma boia grande. Ele conseguiu ajudar os menores de idade a sobreviverem, mas a emoção e o esforço do ato o fizeram passar mal. Após ver as duas vítimas salvas, ele caiu no chão, próximo à piscina e faleceu. Na hora em que aconteceu a situação, o responsável pela segurança aquática do clube estava almoçando, por isso, não viu os menores em situação de risco, tampouco o herói que ali pareceria em seguida.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações do portal de notícias G1, em matéria publicada neste fim de semana, O auxiliar foi identificado como Daniel Ferreira Lima. Ele tinha 34 anos. Ele também prestava serviços no clube, onde a tragédia havia acontecido. O homem prestava seus serviços ali há cerca de um ano. Ele era pai de um menino de dez anos, que agora está órfão. Segundo o portal, os menores estão bem. Felizmente, eles não tiveram nenhum tipo de ferimento. Dono do clube, Romis Pereira de Souza, conversou com jornalistas e opinou sobre o que pode ter feito o seu funcionário ter padecido. Ele diz que uma possibilidade seria uma convulsão do homem.

Após o homem cair duro no chão, o salva-vidas foi chamado. Ele saiu correndo do restaurante onde estava e retirou o funcionário, que àquela altura já havia caído na piscina.

Publicidade

A partir daí, ele prestou os primeiros socorros. No entanto, não obteve sucesso na empreitada. Já temendo pelo pior, o clube decidiu ligar para o corpo de bombeiros, mas quando os agentes especializados chegaram já era tarde. Os bombeiros ainda tentaram reanimar a vítima, mas já era tarde. O corpo do funcionário do clube foi enviado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, que deve dizer o que foi capaz de matar o homem. Em entrevista dada ao G1, Colegas do falecido lamentaram o ocorrido. O pedreiro Joeliton Oliveira de Souza disse não conseguir acreditar na morte de Lima.

Na sua opinião, existe algum culpado para o que aconteceu com o homem? Deixe o seu comentário. A sua opinião é muito importante para todos nós. #Crime