O dia 29 de novembro ficará marcado na história por conta de um grave acidente aéreo. Um avião que levava a delegação da Chapecoense até à final da Copa Sulamericana caiu, quando chegava à cidade de Medellín, na Colômbia. 71 pessoas morreram, outras seis estão entre os sobreviventes. Um deles é o comissário de bordo Erwin Tumiri, que já recebeu alta do hospital e voltou à sua terra natal, a Bolívia. De acordo com informações do site do Globo Esporte, em reportagem publicada neste domingo, 4, o médico da Chapecoense, Carlos Henrique Mendonça Silva, conseguiu conversar com Erwin. O comissário teria dito que não "houve dor, gritos ou desespero" e que "nenhuma das vítimas sofreu com a queda".

Publicidade
Publicidade

O médico da Chapecoense disse que pediu ao hospital colombiano esse momento com Erwin, já que podia ajudar as famílias brasileiras a entenderem tudo o que aconteceu. O comissário negou informações dadas pela imprensa, nas quais se dizia que os jogadores levantaram assim que o sinal de emergência foi acionado pelo piloto. Erwin disse que não houve o acionamento deste sinal. Ele revela que apenas se sabia que havia uma turbulência e que Miguel Quiroga, o piloto, havia pedido para acionar os cintos, iniciando o procedimento de pouso. "Não houve nenhum tipo de tumulto. Houve uma turbulência muito forte, eles ficaram em posição de emergência e houve o impacto", explicou o médico da Chapecoense.

Tumiri questionou o sobrevivente sobre o plano de voo de Miguel Quiroga. O comissário disse que estranhou o fato dele não ter feito nenhuma escala, devido ao tamanho da aeronave a à distância percorrida.

Publicidade

Erwin disse que ficou assustado, quando percebeu que o avião faria uma viagem direta entre a Bolívia e a Colômbia. O 'Fantástico', da TV Globo, exibiu uma entrevista com o comissário, que repetiu esses relatos.

O programa da TV Globo ainda fez uma matéria mostrando que Miguel fazia essas viagens no limite de combustível outras vezes. Uma delas, inclusive, quando levou a seleção da Argentina. A bordo estava o craque Lionel Messi. #Tragédia