Nesta sexta-feira, 02, Roger Pinto Molina, sogro do piloto Miguel Quiroga, que faleceu aos 36 anos, falou mais uma vez sobre a tragédia envolvendo o avião da Chapecoense. A aeronave caiu na terça-feira, 29, na cidade de Medellín, na Colômbia, deixando 71 mortos e seis feridos. Roger comentou em entrevista à Rede Amazônia, afiliada da TV Globo, no Acre, sobre a possibilidade do acidente ter ocorrido por falha humana. Áudios e documentos divulgados mostram que o avião tinha combustível no limite para realizar o trajeto entre a Bolívia e a cidade de Medellín, na Colômbia.

A conversa aconteceu onde o piloto vivia com os filhos e a esposa."É um golpe irreparável.

Publicidade
Publicidade

Uma perda que a gente não vai conseguir reverter", disse o sogro do profissional da aviação. Ele ainda foi além, falando que está sendo muito difícil viver sem seu parente, mas que também queria nesse momento prestar as condolências e o pedido de perdão em nossa da sua família. A viúva de Miguel, Daniela, estaria sob o poder de remédios desde que soube da queda do avião. Ele solicitou os pêsames e a solidariedade às famílias das outras 70 vítimas.

Daniela também não estaria saindo do quarto, preferindo não ter muitas informações sobre o que aconteceu depois do acidente. Roger diz que sente muito por tudo o que aconteceu. "A palavra desculpa não resolve nada", lembrou ele, que em seguida, pede perdão, especialmente depois das primeiras notícias de que o acidente poderia ser evitado. Ele ainda lembrou que as investigações diriam qual era o grau de responsabilidade dele em relação ao caso.

Publicidade

O sogro do piloto da LAMIA era senador boliviano, oposicionista ao governo do atual presidente do país. Evo Morales. Ele fugiu da Bolívia para o Brasil após receber supostas ameaças. Roger vive no Acre desde 2013 como refugiado político. Segundo ele, a aeronave era alugada de uma empresa da Venezuela e que Quiroga seria penas um dos sócios.

Veja abaixo o vídeo com o pedido de perdão do sogro do piloto. Na sua opinião, o piloto e sócio da LAMIA merece perdão? Comente e compartilhe essa história.

#Chapecoense