O sudoeste e o sul goiano amanheceram literalmente cinza nesta segunda-feira. O luto pela #Morte de duas jovens na véspera do #Natal na cidade de Quirinópolis, no sul de Goiás, abalou a todos e até mesmo quem não conhecia Thalia Ferreira de Freitas, de 19 anos, e Ana Carolina de Freitas, 17 anos, se comoveu com dor da família.

Varias mensagens de pêsames se espalharam pelas redes sociais, e nos grupos de Whatsapp da região não se falava em outra coisa. Normalmente, acidentes onde vidas de jovens são ceifadas já causam muita comoção, e o fato das vítimas serem duas moças na flor da idade, e do #Acidente ter acontecido bem na véspera do Natal, este sentimento de tristeza foi potencializado.

Publicidade
Publicidade

A tragédia aconteceu por volta da cinco horas da madrugada de sábado, 24 de dezembro, envolvendo uma moto Honda Biz e um veículo ainda não identificado, já que o motorista do carro fugiu sem prestar socorro às vítimas.

O local do sinistro foi no cruzamento das Avenidas Araguaia e José Vicente de Paula, no Bairro Sol Nascente, segundo relato da Polícia Militar.

No momento em que a viatura policial chegou ao local, às duas vítimas, Thalia Ferreira de Freitas, de 19 anos, e Ana Carolina de Freitas, 17 anos, se encontravam agonizando no chão. A moto em que ambas estavam foi arremessada a uma longa distância, vindo a parar em um lote baldio, devido à força do impacto da batida.

A jovem Thalia não resistiu aos ferimentos e morreu no local, já Ana Carolina chegou a ser socorrida por uma equipe de resgate dos Bombeiros, mas acabou vindo a óbito pouco tempo depois de dar entrada na unidade hospitalar.

Publicidade

Segundo os primeiros levantamentos da Polícia Militar, tudo indica que os dois veículos transitavam na mesma direção pela Avenida José Vicente de Paula, sentido Parque Primavera/Centro, e possivelmente a motocicleta estava um pouco à frente do veículo e acabou sendo colhida pelo carro no cruzamento da Avenida Araguaia ao tentar virar para a esquerda.

A moto Honda Biz ficou bastante destruída e foi recolhida ao pátio da sede da Polícia Militar em Quirinópolis (12ª CIPM).

Já foram iniciadas as investigações sobre o acidente, e os policiais acreditam que imagens de câmeras de monitoramento que existem naquela região da cidade podem acabar ajudando na identificação do outro veículo que se envolveu no acidente.