Toda vez que acontece uma tragédia, pessoas aparecem dizendo que viram isso ou aquilo. É bom lembrar que cada um acredita naquilo que bem entende e as crenças religiosas devem sempre ser respeitadas. Mesmo assim, essa discussão vive a provocar polêmicas. Na semana que passou, por exemplo, o Brasil e o mundo conviveu com a maior tragédia do mundo esportivo. Um avião que levava o time da Chapecoense caiu quando ia até à região de Medellín, na Colômbia. 71 pessoas morreram. Horas depois, a sensitiva Márcia Fernandes, conhecida por fazer as mais variadas previsões, disse que havia conseguido se comunicar com os mortos do time de Santa Catarina.

Publicidade
Publicidade

Segundo Márcia, o jogador Tiaguinho, que acabara de descobrir que seria pai, estava preocupado com o fato de ter um filho a nascer, mas não conseguiria acompanhar e ajudar sua família. Esse tipo de relato mexeu com o público, que acusou a médium de ser oportunista. Outro que também disse algo sobre essa tragédia foi o #Vidente Carlinhos. Em março deste ano, ao participar de um programa de televisão, Carlinhos dizia que um avião cairia e vitimaria todo um clube. Ele apenas não sabia responder se o time seria brasileiro e se a aeronave cairia no Brasil ou fora de nosso país. A revelação chocou os fãs do clube de Santa Catarina, que no sábado, 3, velou dezenas de vítimas em sua Arena, a Condá.

Tais declarações irritaram outros religiosos, especialmente dentro da comunidade evangélica.

Publicidade

Um dos pastores bastante ativos na internet e que também comentou a queda do avião foi o pastor Cláudio Duarte, da Igreja Batista Monte Horebe do Rio de Janeiro. Ele se irou com a divulgação desses vídeos. Através do Facebook, o pastor disse que ficou bem descontente com tudo o que rolou e disse à sua igreja que aquilo não deveria ser levado em conta.

Em seguida, ele diz que na bíblia está expresso que os mortos não teriam como se comunicador com os vivos, pois eles não sabem o que acontece. A fala do pastor viralizou. Ele até citou o livro de Eclesiastes para argumentar sua opinião. #Chapecoense