Um vídeo captado por câmeras de segurança de uma casa lotérica na cidade de Juatuba, em Minas Gerais, mostra um assalto em plena ação e que terminou de forma trágica para um dos bandidos.

O vídeo está em poder do setor de inteligência da polícia e foi divulgado nas redes sociais e também no YouTube. Pelas imagens é possível ver o pânico dos clientes quando pelo menos três assaltantes armados entram apavorando o estabelecimento. Todos estão armados, inclusive uma mulher que participa do #Crime.

Na hora no anúncio do assalto, há muita correria e populares em fuga até esbarram em um dos assaltantes, de blusão preto. Chama a atenção que no meio da confusão há uma mãe com uma criança.

Publicidade
Publicidade

Os meliantes saem quebrando os vidros dos guichês da casa lotérica na tentativa de tomar o dinheiro dos caixas mais rapidamente. Quem iniciou o quebra-quebra foi a mulher, seguida depois pelos assaltantes.

Segundos depois, o bandido de preto leva a pior. Ele quebra o vidro do guichê do meio com dois golpes e enfia o braço. À primeira vista, ele parece ter se cortado no vidro estilhaçado. Porém, vendo diversas vezes o vídeo é possível tirar outra conclusão.

Ao mesmo tempo em que o assaltante de moletom preto tenta roubar o dinheiro do caixa do meio, outro membro da quadrilha, no guichê da ponta direita, também quebra o vidro. O problema é que ele faz isso com a arma em punho e acaba disparando acidentalmente o revólver. O tiro atinge em cheio o outro marginal, que na sequência já leva a mão na barriga e sai do estabelecimento cambaleando.

Publicidade

O vídeo não mostra, mas o baleado cai no lado de fora da agência, morrendo logo depois, conforme mostram fotos divulgadas em alguns veículos de imprensa.

Não há informações sobre o que aconteceu com os outros membros da quadrilha, mas aparentemente eles conseguiram fugir, deixando o companheiro de crime para trás. O caso foi registrado no último dia 20 de dezembro.

Nas redes sociais muitos internautas aprovam o desfecho da história, ironizando que o rapaz morto sofreu acidente de trabalho.

#Casos de polícia