Na tarde do último sábado (17), uma cena de #Violência abalou a cidade de Três Corações, Minas Gerais, e também nas redes sociais. O episódio aconteceu na cidade de Três Corações, sul de Minas (MG). Luiz Felipe Neder Silva, de 34 anos, brigava com sua mulher Ana Paula Cotijo, que é a delegada da cidade, quando resolve sair e agredir Edvânia Nayara, uma guarda municipal.

A briga entre o casal aconteceu dentro do carro. A guarda municipal, ao perceber que a delegada estava sendo agredida, pediu para que o carro ficasse parado. Felipe, o agressor, sai do carro revoltado e começa a discutir com Edvânia. Em seguida começa a agredir verbalmente e fisicamente com puxões de cabelos, socos e chutes.

Publicidade
Publicidade

Os populares, que estavam no local, não fizeram nada que pudesse tirar o agressor de cima da vítima. Após ser agredida, a guarda municipal ficou furiosa e precisou ser contida por populares para não entrar em luta corporal com seu agressor. O companheiro de trabalho da vítima evitou fazer qualquer coisa para ajudá-la, apenas falava para o agressor manter distância, que não o tocasse e que a polícia militar havia sido chamada.

Imagens filmadas por celular de uma da testemunha flagraram o momento exato das agressões

Nas imagens é possível ver o momento em que o agressor sai do carro e se dirige ate á guarda civil. Próximo ao veículo de cor preta eles começam a discutir. Segundos depois a guarda recebe um soco muito forte no rosto. Edvânia Nayara, 23 anos, é pega pelos cabelos e jogada no chão levando uma sequência de chutes, sem condição de defesa.

Publicidade

Populares presenciam a agressão e não fazem nada para intervir. Logo depois, é possível ver seu colega de trabalho pedindo para o agressor manter distância e esperar a chegada da PM.

Segundo informações da polícia militar, o agressor Luiz Felipe Neder Silva de 34 anos, foi preso em flagrante e responde por lesão corporal de natureza grave. Ana Paula, a delegada e esposa do agressor, ainda não foi ouvida sobre o caso.

O caso esta sendo investigado pela Delegacia Civil de três corações (MG).

Veja o Vídeo

#Brasil #Investigação Criminal