Uma família que mora em Ribeirão Preto, São Paulo, foi surpreendida após ficar três meses longe de sua residência. Fernanda Souza, sua mãe, sua tia e um sobrinho, alegam que vivem em uma casa que pertence ao pai de Fernanda, a casa teria sido comprada no ano de 1968, o pai já está falecido. Agora, um novo morador apareceu, Eder Fabri, ele afirma que comprou a casa com a tia de Fernanda e pagou cerca de R$ 160 mil.

A casa, localizada no Parque Residencial Candido Portinari, é toda fechada e possui cerca elétrica. Fernanda contou que permaneceu quase três meses fora porque sua tia e sua mãe estavam realizando tratamento médico em São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Ela contou que quando chegou, foi até o portão e estranhou o que estaria acontecendo, na hora, foi surpreendida por um homem que chegou a ameaçar ela e sua mãe de 70 anos. Nervosa, Fernanda diz esta à base de calmantes.

O novo morador da casa afirma que comprou a residência de uma tia de Fernanda e segundo a moça, ele falou para ela se afastar, pois, caso contrário, daria um tiro em sua cabeça. "Eu disse ‘deixa eu tentar entrar só pra eu pegar algumas coisas pessoais como roupas, pelo menos’ e ele não deixou, e me ameaçou caso eu tentasse entrar"

Fernanda afirma que só tem cinco trocas de roupa e xampus. A polícia foi acionada para que a família pudesse entrar na residência, quando conseguiram entrar, descobriam que todos os pertences da família, incluindo um carro, haviam desaparecido.

Novo morador

O rapaz Eder Fabri, afirma que a casa foi comprada de uma tia de Fernanda, ele teria pago o valor de R$ 160 mil e ainda mais vinte parcelas de R$ 2 mil.

Publicidade

Ele diz que foi enganado pela tia da moça e agora buscará advogado.

Quando chegou na delegacia, Eder contou a história para a polícia e afirmou ter um contrato, ele disse que está morando na casa há dois anos. O contrato não foi encontrado para apresentar aos policiais.

Fernanda entrará com uma ação de reintegração de posse e a Polícia Civil irá investigar o #Crime de invasão de propriedade e furto, devido ao sumiço dos pertences de Fernanda. #roubo #Ameaça