Um dos presos mais conhecidos do Brasil, Alexandre Nardoni, deixou a cadeia temporariamente nesta quinta-feira, 12. De acordo com informações do portal de notícias R7, o empresário preso por matar a filha estava sentindo muitas dores e pôde ir ao encontro de um médico, fora do presídio de Tremembé. Descobriu-se que ele precisaria fazer uma cirurgia de apendicite. O procedimento já teria sido realizado e a volta do condenado à prisão deve acontecer nesta sexta-feira, 13. Apesar de temporária, a "saidinha" de Nardoni provocou grande polêmica nas redes sociais. O motivo é que muitas pessoas, que jamais passaram pela prisão, passam anos na fila do Sistema Único de Saúde (SUS).

Publicidade
Publicidade

"Muito bonito. O cara sente uma dor e já tem médicos, faz cirurgia e volta salvo para a cadeia. Aí o homem que trabalha, não faz mal a ninguém, ganha um salário mínimo e tem que morrer nos hospitais públicos", argumentou um internauta. O R7 diz que a cirurgia de Nardoni aconteceu depois dele sentir fortes dores na barriga. A operação foi realizada no Hospital regional de Taubaté. O presidiário foi condenado a trinta anos de prisão pela morte de sua própria filha, Isabella Nardoni. Ele está desde o ano de 2008 no regime de reclusão e já pode receber indultos da justiça, apesar de ainda não ter conseguido nenhum. Os indultos são as saídas dos presídios em feriados, como o 'Dia dos Pais', por exemplo.

Preso há nove anos, Alexandre ainda tem mais 21 anos de pena para cumprir.

Publicidade

A perícia constatou que Isabella, na época com cinco anos, antes de ser jogada do sexto andar de um prédio de alto padrão da Zona Norte de São Paulo, teria sido asfixiada. Não há relatos anteriores de uma suposta agressividade do pai. Além dele, a mulher do empresário e madrasta da criança, Anna Carolina Jatobá, também foi colocada na cadeia. O #Crime chocou muitas pessoas na época. Ela foi condenada a menos tempo de prisão, vinte e seis anos, mas está na mesma penitenciária que o marido. Os dois continuam negando que mataram a menina.