Uma #Tragédia comoveu moradores da cidade de Feira de Santana, distante 100 Km de Salvador. Segundo informações, a suspeita é de que o avô do bebê e pai das quatro crianças teria prendido todos eles numa casa e depois ateado fogo. Foi um crime bárbaro e sem um pingo de compaixão. Ele trancou a porta para que ninguém saísse e depois teria fugido do local. Tudo aconteceu as 4h da madrugada, desta quarta-feira (04).

Duas pessoas conseguiram escapar após os vizinhos arrombarem a porta. Os feridos são uma mulher de 37 anos, mãe das vítimas e outra criança, de três anos. Elas foram socorridas para um hospital da região, porém, o estado de saúde deles não foi divulgado.

Publicidade
Publicidade

Crime planejado

De acordo com a polícia, o crime foi planejado, pois o suspeito já havia comprado gasolina com a intenção de incendiar a casa, há alguns dias atrás. Ele fugiu em um gol vermelho e está sendo procurado pela polícia.

Segundo o capitão Fábio, da Polícia Militar, os vizinhos comentaram que o casal vivia discutindo e que o pai chegou a ameaçar dizendo que, em breve, causaria uma grande tragédia.

O corpo de Bombeiros foi chamado para apagar o fogo e a polícia está no local para o rescaldo do imóvel.

Todos estão perplexos com a atitude desse pai. No local da casa tinha um bar e toda a família morava junto. As discussões na casa eram frequentes entre o homem, sua esposa e uma enteada. Um outro fato triste é que uma das adolescentes que morreu estava grávida.

A polícia ainda não teve êxito na captura do suspeito, mas ela não descansará até achar o assassino.

Publicidade

Mais tragédia

O ano de 2017 continua sendo marcado pelas tragédias, logo no seu começo. Sete pessoas morreram em um acidente no Paraná, na terça-feira (03). Era 4h da madrugada e as pessoas iam de Foz do Iguaçu à Maringá. O motorista do ônibus da empresa Expresso Maringá, foi negligente segundo informações. Ele estava à 100 e 110 quilômetros por hora, acima do permitido que era de 40.

No ônibus tinha 42 pessoas, sete delas morreram com a gravidade do acidente. #Bahia