O Brasil hoje faz com que muitos cidadãos se tornem reféns, não conseguindo nem mesmo sair de casa. No entanto, a criminalidade atinge até mesmo quem nem esperava. Isso aconteceu, por exemplo, com uma menina, no bairro de Irajá, no Rio de Janeiro. A bebê, de apenas dois anos, estava lanchando na noite deste sábado, 22, no Habib's. A criança foi então brincar no parquinho, que é montado dentro da rede de fast food, quando o pior aconteceu. Ela acabou sendo assassinada, vítima de uma "bala perdida". Um vídeo feito por pessoas que estavam no local acabou mostrando como tudo aconteceu. O pai da garotinha sai desesperado correndo com ela em seu colo. "Ai meu Deus", grita uma mulher ao ver a cena chocante.

A menina, identificada como Sofia Lara Braga, tinha apenas dois anos e meio e estava se divertindo com a família, em um dos poucos momentos de lazer que os cidadãos conseguem ter hoje em dia.

Publicidade
Publicidade

A garota até chegou a ser socorrida e levada a um hospital da região. No entanto, ela acabou não resistindo. As cenas do pai correndo com a filha ensanguentada em seu colo foram compartilhadas nas redes sociais do Rio de Janeiro e acabaram chegando também ao cenário nacional, reacendendo novamente a discussão sobre a violência urbana.

Veja abaixo o vídeo da tentativa de socorro à criança, que infelizmente veio a falecer logo em seguida. Atenção, a sequência é considerada forte por algumas pessoas.

Segundo informações da mídia local, um bandido, identificado como Thiago Rodrigues dos Santos, fugia da polícia em um carro branco. Houve uma troca de tiros entre eles e o criminoso acabou capotando justamente em frente ao 'Habib's'. Infelizmente, uma das balas disparadas acabou pegando no playground e acertou a criança.

Publicidade

O bandido foi preso. Nas redes sociais, os pais da menina escreveram texto de despedida. O conteúdo pode ser visualizado abaixo:

"Hoje eu perdi o meu anjo. Um anjo que com 2 anos e 7 meses, me ensinou as melhoras coisas da vida", diz a mãe em um trecho da carta, que ainda pede a Deus força para superar a perda. #Crime