O comerciante Rodrigo Silva, 38 anos, namorado da massoterapeuta Maíra Panas, quase esteve presente no avião bimotor PR-SOM, que caiu na quinta-feira (19), em Paraty, Estado do Rio de Janeiro. Morreram no acidente a sua namorada, a mãe dela, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, o dono do avião Carlos Alberto Filgueiras e o piloto Osmar Rodrigues.

O comerciante estava nervoso com brincadeiras nas redes sociais de que sua namorada fosse uma acompanhante de luxo. Rodrigo havia sido convidado também para a viagem, mas desistiu. "Eu me desentendi com ela dias antes e me livrei da morte", ressalta Rodrigo.

Publicidade
Publicidade

O comerciante ainda lembrou que no dia da morte dela, eles completaram um ano de namoro.

Maíra era muito apegada a questões de espiritualidade e apaixonada por livros. A sua mãe também faleceu no acidente. Ela estava muito feliz com a presença de sua mãe no voo junto com ela.

A carta

Antes de pegar o avião, Maíra chegou a escrever uma carta para o namorado e deixou em cima da mesa. Na carta ela se reconciliava com ele. "Nas tristezas, nos pesares, nas alegrias ou conquistas, precisamos nos lembrar mais. Ela terminou a carta dando boas vindas ao seu namorado: "Bem vindo à nossa casa, nosso lar".

O casal morava juntos há um ano na Vila Mariana, em São Paulo. O plano deles era montar uma clínica de massoterapia.

Brigas

Rodrigo disse que as #Brigas entre eles aconteciam diariamente, mas eles sempre ficavam bem depois de algumas conversas.

Publicidade

Segundo o comerciante, essa viagem estava marcada desde novembro do ano passado. Rodrigo comentou que Maíra fazia amizade fácil. "Ela tinha 24 anos e eu tinha muito ciúmes dela", disse ele.

O ciúme dele causou as brigas com a massoterapeuta e ele acabou não indo viajar. Foi o que salvou a vida dele. "O meu ciúmes era por coisas bobas, mas o nosso amor era muito forte", disse ele.

De acordo com informações, Maíra não sabia que estava viajando com um ministro do STF. Ela chegou a enviar mensagens para suas amigas dizendo que viajava com um senhor muito chique.

Maíra nasceu em Juínas, Mato Grosso e há dois anos se mudou para São Paulo. Desde agosto de 2016, ela estudava fisioterapia na Universidade Paulista (Unip). #Acidente aéreo #Teori Zavascki