Em entrevista dada ao canal de notícias Veja, o Pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Reino de Deus, que sofreu um ataque de um fiel neste último domingo, dentro do templo que fica no bairro do Brás, na Capital Paulista. O pastor levou uma facada no pescoço, e chegou a tomar 25 pontos no local do corte. A Camisa usada pelo pastor no dia do atentado ficou cheia de sangue, e já serviu para “curar” fiel.

O Pastor exibiu na entrevista o curativo do corte no pescoço, ele estava acompanhado de sua esposa a Bispa Francileia Santiago, e começou a entrevista já dizendo: “Imagina um facão com toda a força batendo sobre a sua jugular”.

Publicidade
Publicidade

Valdemiro afirma que a camisa ensanguentada que ele usava já serviu para curar uma pessoa. As imagens mostraram uma fiel esfregando a camisa em um manto. E de acordo com o religioso quando ela (a fiel) tocou na camisa ficou curada.

O Pastor contou ainda que o demônio teria feito o serviço dele, mas que teria dado errado, e ele (o demônio) teria ficado contrariado, pois teve a gente sendo curada.

O religioso que foi autointitulado profeta, afirma que: ”A unção está na nossa roupa, no nosso copo, no nosso relógio, na nossa aliança, no nosso chapéu, no nosso sangue”. Após essa afirmativa ele faz uma ressalva que o poder não dele e sim de Deus.

Ele também disse ter perdoado o ajudante de serviços gerais, Jonathan Gomes Higino, de 20 anos, que deu a facada nele.

O Pastor ainda brincou ao afirmar que no dia do ataque estava com “azar”, pois os socorristas o deixaram cair da maca e bater a cabeça no chão, ao transportá-lo ao hospital.

Publicidade

Já o Pastor Jorge Pinheiro que assumiu a igreja temporariamente, e estava pregando o culto no dia do incidente, afirmou a Veja que a camisa será guardada da mesma maneira, não como símbolo, mas pela importância do que aconteceu.

Um dia depois do ocorrido os fies ainda demonstravam espanto pelo que tinha acontecido, porém estavam mais confiantes em seu líder religioso, já que ele teria sido salvo pela mão de Deus. Pois todos eles afirmam que foi Deus quem o salvou. Para os fies está é uma prova de que Deus está com Valdemiro, pois o protegeu da morte.

De acordo com o pastor, o agressor foi detido primeiramente pelos seguranças da igreja que mantiveram o jovem preso numa sala até a chegada da polícia. O líder religioso afirmou que o quadro de seguranças não será alterado nos dias em que ocorrerem os cultos no local.

#Crime #Casos de polícia