Quem foi adolescente ou jovem no fim dos anos 80 e inicio da década de 1990 certamente dançou ou cantou o fenômeno musical “Chorando se foi”, do Grupo Kaoma. Pois a dona da voz de um dos maiores hits da lambada no Brasil, Loalwa Braz Vieira, teve um triste fim. Nesta quinta-feira (19), ela foi encontrada carbonizada dentro de um carro.

O veículo incendiado estava na Estrada da Barreira, em um distrito chamado Bacaxá, próximo à Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

De acordo com o Comando da Polícia Militar da Região dos Lagos, o Corpo de Bombeiros foi chamado às 3h40 para apagar um #Incêndio em uma casa nas proximidades.

Publicidade
Publicidade

Testemunhas afirmam que a casa seria da cantora, embora esta confirmação ainda não tenha sido divulgada.

Assim que chegaram na residência consumida pelo fogo, os bombeiros tiveram um segundo chamado, desta vez para apagar as chamas que consumiam um carro, na Estrada da Barreira, próximo do local.

A equipe que foi para esta segunda ocorrência e se deparou com o corpo de uma mulher dentro do veículo em chamas. Algumas horas depois a Polícia Civil confirmou que o cadáver se tratava da cantora, ícone da lambada.

As autoridades policiais ainda não sabem o que teria motivado as duas ocorrências, que estão sendo apuradas pelas equipes da 124ª Delegacia de Polícia.

A perícia foi acionada e trabalha durante a manhã nas duas áreas, já isoladas. O corpo deverá ser levado para o Instituto Médico Legal da cidade vizinha de Araruama.

Publicidade

Até o momento, o que se sabe é que dois homens foram vistos na casa de Loalwa. Depoimentos de possíveis testemunhas que presenciaram os sujeitos serão tomados, mas não há ainda como afirmar que esse fato tenha alguma ligação com as duas ocorrências. Entretanto, de forma preliminar, os investigadores trabalham com a hipótese dos incêndios terem sido criminosos.

O grupo Kaoma ficou conhecido internacionalmente como ícone da Lambada a partir de 1989, quando o hit “Chorando se foi” ocupou as paradas de sucesso nas rádios, invadiu as festas, os programas de TV e os shows aqui no Brasil e também em países como Áustria, França, Inglaterra, Noruega e Suécia.

Versão da música "Llorando se fue" lançada anos antes sem alarde por um grupo tradicional boliviano, a regravação da faixa em ritmo de lambada acabou vendendo mais de 25 milhões de cópias em todo o mundo.

Loalwa, a cantora que emprestou a voz à segunda versão da música, é natural do Rio de Janeiro. A vocalista e sua banda conquistou 80 discos de ouro e de platina. A música que consagrou o grupo continuou a ser regravada décadas depois por nomes como, por exemplo, Ivete Sangalo.