A torcida do Fluminense tem um motivo a mais para se preocupar nesse início de campeonato. O atacante Michael, envolveu-se em um grave #Acidente de carro no fim de semana. Apenas agora o clube carioca trás as primeiras informações sobre o caso. Michael teria sido internado em estado grave, no Hospital de Base de São José do Rio Preto, São Paulo. Ele viajava no banco de trás de um veículo, quando o carro atingiu uma vaca. O atleta teria batido a cabeça e isso gerou um traumatismo craniano. O jogador ainda precisou ser sedado e entubado e estaria em uma UTI, que é a Unidade de Terapia Intensiva dos hospitais. O Fluminense confirmou, por meio de nota, o acidente. O clube diz que houve mesmo a pancada, mas que o estado de saúde de seu atleta é estável, ou seja, não melhorou ou piorou.

Publicidade
Publicidade

No entanto, nega que ele corra algum risco de morte e garante que o pior já passou.

O jogador, de apenas vinte e três anos, estava de carro no Sul de Minas Gerais, onde tem família, quando houve o acidente. A colisão com a vaca aconteceu em um cruzamento da Rodovia MG -255. O veículo era conduzido por um motorista, que não foi identificado, tampouco teve o seu estado de saúde revelado. Inicialmente, o atleta foi levado para um hospital da região, sendo mais tarde transferido para uma unidade mais moderna, em outro estado. A família não teria autorizado o hospital a divulgar o estado de saúde da vítima da colisão que envolveu uma vaca.

No entanto, algumas fotos do acidente acabaram sendo divulgadas nas redes sociais. Elas podem ser vistas em nossa galeria de fotos. Para ter acesso às imagens, basta o leitor ir até o canto superior esquerdo dessa página.

Publicidade

Na galeria, há duas imagens do estado em que o carro em que estava o jogador ficou após a sua batida e uma dele, ainda antes de sofrer a colisão com o animal. O conteúdo é realmente impressionante e mostra como dirigir, especialmente em cidades do interior, pode trazer muitos perigos. Atualmente, os acidentes de carro são uma das principais causas de morte no Brasil. #Crime