"Um gesto vale mais que mil palavras" é a frase mais correta para entender o que aconteceu durante o #Velório de um vaqueiro na cidade de Cajazeiras, sertão da Paraíba. O paraibano Wagner Figueiredo de Lima morreu em um acidente de moto no primeiro dia do ano de 2017. Foi uma grande tristeza na cidade. Ele era funcionário da prefeitura de Cajazeiras e estava a passeio em Rio Grande do Norte. De acordo com informações, o vaqueiro chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

Verdadeira amizade

Uma das grandes paixões do vaqueiro era seu cavalo. A amizade entre eles era muito forte e pensando nisso, seu irmão, Wando de Lima, resolveu levar o cavalo até o velório para se despedir de seu dono.

Publicidade
Publicidade

Durante o percurso, o cavalo não parava de relinchar e batia as patas no chão, demonstrando grande euforia e dor sentimental.

A parte mais emocionante, no velório, foi quando o cavalo ao ver seu "#Amigo', curvou a cabeça sobre o caixão. Esse momento chamou a atenção das pessoas que não acreditavam no que estavam vendo.

O irmão de Wagner, vendo esse gesto único e de grande amizade do cavalo, disse que irá assumir a responsabilidade de cuidar dele. "Esse animalzinho fará parte da nossa família", disse o irmão do vaqueiro. O cavalo já estava há oito anos com o vaqueiro.

Tristeza

A #Morte do paraibano comoveu as pessoas da cidade. Seu funeral foi marcado por homenagens de amigos vaqueiros. Ele tinha 34 anos e a família lamentou sua morte, ainda muito jovem. Seu corpo foi velado no Memorial São Sebastião e sepultado no cemitério Coração de Jesus, que fica na própria cidade de Cajazeiras.

Publicidade

De acordo com seu irmão, o cavalo parece que sentiu profundamente a morte do seu companheiro. "Parece que ele estava sentindo em seus olhos e coração a tragédia. Ele quis se despedir e ele teve essa oportunidade", disse Wando.

O irmão do vaqueiro adotou o animal e ficou surpreendido com a tristeza que o cavalo sentiu. O cavalo se chama "Sereno".

Esses momentos serão guardados e lembrados por todos.