O empresário Eike Batista, acusado de #Corrupção, fraude a licitações e lavagem de dinheiro, desembarcou nesta segunda-feira (30), no Rio de Janeiro, após 5 dias no exterior, nos quais foi considerado foragido desde que a Justiça decretou sua prisão na última quinta-feira (26).

Eike é alvo da Operação Eficiência, nova fase da Operação #Lava Jato no Rio de Janeiro; o empresário é suspeito de ocultar US$ 16,5 milhões de dólares de propina no exterior ao ex-governador Sérgio Cabral (PMDB). O pedido de prisão preventiva não foi cumprido, pois Eike Batista embarcou para Nova York na terça (24) usando um passaporte alemão - país no qual ele possui cidadania e que não permite a extradição de cidadãos.

Publicidade
Publicidade

A Interpol foi acionada para ajudar nas buscas à Eike, mas a defesa do empresário afirmou que ele se apresentaria a Justiça assim que desembarcasse de volta no Rio de Janeiro, informação que o empresário confirmou ontem a noite (29), no aeroporto John F. Kennedy, pouco antes de embarcar para o Rio de Janeiro. Segundo o seu advogado, Sérgio Bermudes, o empresário estaria em Nova York e Miami cuidando de um processo relativo a bens retidos pela Justiça das Ilhas Cayman, e que estas viagens ao exterior são frequentes para Eike, que nunca se recusou a se apresentar à Justiça quando solicitado.

A chegada de Eike ao Rio de Janeiro

O avião de Eike Batista pousou às 9h50 desta segunda-feira no aeroporto do Tom Jobim - Galeão, no Rio de Janeiro, onde foi detido pela Polícia Federal; não foi algemado e carregava apenas uma mala de mão.

Publicidade

De lá, foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) por volta das 10h27 para realizar exames de corpo de delito, depois seguiu para o presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte do Rio, que funciona como ''porta de entrada'' para presos federais - após o ingresso no sistema, o preso é avaliado e transferido para a unidade penitenciária mais adequada. Como Eike não possui ensino superior completo, ele aguardará julgamento em uma cela comum.

Eike deve prestar depoimento à Polícia Federal amanhã, terça-feira, 31 de janeiro.

#EikeBatista