Quatro meninas e um cachorro estavam dentro de um apartamento em chamas, o fato aconteceu na manhã desta terça-feira (17).

O herói

Jorge Araújo da Silva, eletricista, trabalha na cidade de Santos, litoral de São Paulo. Quando estava indo realizar um serviço na Avenida Afonso Pena, viu o apartamento em chamas em um prédio de dois andares.

Ao avistar o fogo, estacionou seu carro na primeira vaga que viu e correu para tentar ajudar as pessoas que estariam presas no incêndio. Ele ouviu gritos que pareciam ser de crianças; não pensou duas vezes e tomou as rédeas da situação.

Em entrevista ao site G1, o herói disse que está com a sensação de dever cumprido, que na hora não conseguiu pensar em muita coisa, só se lembrou da filha e agiu por instinto paterno.

Publicidade
Publicidade

Jorge Silva disse que ao ouvir as meninas gritando para serem socorridas, não conseguiria passar e fingir que nada estava acontecendo, como se fosse uma coisa banal.

O Incêndio

Com uma escada e a ajuda de alguns vizinhos, Jorge arriscou a vida para resgatar quatro meninas, que foram tiradas uma de cada vez, antes da chegada dos bombeiros. Ele foi até o andar de cima, um segundo homem trouxe uma escada, mas que não chegava até a janela do apartamento. Eles então tiveram a ideia de fixar a escada em um muro. O eletricista subiu, puxou a primeira criança, que era a menor, e assim foi tirando uma por uma.

Logo após o resgate das crianças, o corpo de bombeiros chegou, entrou no apartamento e conseguiu salvar o cachorro, que foi o último que estava dentro do apartamento. Após o resgate, o cachorro foi encaminhado para atendimento em uma clínica especializada, devido a alguns ferimentos.

Publicidade

As crianças

As quatro meninas que estavam no apartamento têm entre seis e doze anos de idade e estavam sozinhas no apartamento, pois ninguém mais foi encontrado.

Os pais das meninas chegaram minutos depois do resgate. O SAMU também já havia chegado ao local e constatou, no atendimento às vítimas, que elas não sofreram ferimentos e não inalaram fumaça, portanto, não precisaram ser levadas a um hospital.

O eletricista foi muito aplaudido pelos moradores por sua coragem, mas o Corpo de Bombeiro alerta para que ninguém tome esse tipo de atitude, pois, além da vida de terceiros, sua vida também poderá correr sérios riscos. Sempre aguardem o Corpo de Bombeiros ou serviço especializado chegar.

As meninas passam bem. #resgate de incêndio #resgate de crianças #incêndio no apartamento