Nessa semana, um barraco agitou as redes sociais. A cena foi toda gravada pelos moradores de um bairro de Cubatão, na grande São Paulo. As imagens mostram a esposa traída dando uma lição na amante de seu companheiro. A sequência chama a atenção de todos que passam. Nesse domingo, 15, o G1 publicou mais um vídeo da discussão. Nele, a mulher loira, que seria a "oficial" do homem traidor, obriga a sua rival a andar completamente nua pelas ruas. Segundo o portal, a loira pegou o seu companheiro com a outra na cama. Ele teria fugido para não apanhar, mas a amante ficou sem reação, na cama. A esposa então raspou os cabelos dela. Uma terceira pessoa, que seria amiga da traída, filmou tudo e tirou fotos.

Publicidade
Publicidade

Tudo foi parar no Facebook e acabou viralizando.

Além de deixar a mulher andando nua pelas ruas da comunidade, a traída a obriga a dizer que é uma "rapariga". Em outro momento, ela diz que vai dar uma lição para as "talaricas" aprenderem que não se mexe com homem casado. "Acabei de pegar essa vagabunda com o meu marido. Ex-marido a partir de hoje", contou a mulher extremamente indignada. Ela acabou excluindo a conta no Facebook após a exposição. Ninguém sabe se a esposa perdoou seu marido, mas o caso da exposição em praça pública da amante causou enorme repercussão online. Ela apenas confirma que bateu no marido, mas que ele acabou fugindo, com medo dela.

De acordo com o G1, a polícia não recebeu nenhuma queixa de agressão física. Nenhuma das duas teria registrado qualquer ocorrência na delegacia de Cubatão.

Publicidade

Após humilhar bastante a amante, a mulher deixou que ela continuasse andando nua sozinha pelo bairro. Transeuntes dizem que ela não tem sido vista nos últimos dias. Na sua opinião, essa esposa fez certo ao bater no marido e em sua amante, além de expôr a rival dessa maneira em praça pública? Deixe seu comentário. Ele é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo a respeito dos temas.

Veja vídeo que mostra a mulher obrigando a suposta amante de seu marido a andar nua pelas ruas:

#Crime #Investigação Criminal