Os peritos da Aeronáutica analisaram preliminarmente as gravações da caixa-preta do avião que levava #Teori Zavascki, ex-ministro do STF, e mais quatro pessoas, na última quinta-feira. A queda no mar tirou a vida de todos os integrantes do avião e levantou dúvidas sobre as suas causas. Veja o que se sabe:

- Chovia bastante na região de Paraty, Rio de Janeiro, no momento em que o piloto Osmar Rodrigues se preparava para pousar. A gravação aponta que ele chegou a falar da chuva, mas que isso não foi determinante no #Acidente.

- O aeroporto de Paraty não opera com controladores de voo e torres de comando, de modo que os pilotos devem fazer a coordenação de aterrissagem de maneira visual.

Publicidade
Publicidade

- A análise preliminar da Aeronáutica sobre a caixa-preta informou que a gravação "não apontou anormalidade" sobre as condições técnicas da aeronave.

- O piloto tentou pousar duas vezes antes da queda. Ele reportou uma manobra para o leste na tentativa de pousar. Depois, ainda disse "final", como se estivesse pronto para aterrissar.

- Investigadores acreditam em "desorientação espacial" do piloto como causa do acidente. Neste caso, Osmar Rodrigues teria perdido a noção de distância entre aeronave e o mar, até que uma das asas tocou na água e derrubou o avião.