O DJ Olin Batista de 21 anos, filho do empresário Eike Batista, preso na manhã desta segunda-feira (30), pela operação Eficiência. O empresário é acusado de pagar uma propina no valor de 16 milhões de dólares (equivalentes a 52 milhões de reais), ao ex-governador Sérgio Cabral. Em apoio ao pai, o jovem Olin resolveu postar uma foto em que estavam ele, a mãe, o irmão e o pai, e lançou a hastag "#ForçaEikeEstamosComVoce”, e que acabou virando motivo de muitas piadas na rede social, a respeito da prisão de seu pai.

Além da hastag, a foto foi postada com a seguinte frase: “Está na hora de passar as coisas a limpo”. O DJ utilizou sua conta do Twiter, para lançar a campanha de apoio ao pai.

Publicidade
Publicidade

Porém acabou surtindo efeito contrário, muitos usuários da rede social, aproveitou a hastag, para criar brincadeiras fazendo alusão a prisão do empresário.

Eike Batista, que já considerado o empresário mais rico do Brasil e o sétimo em todo mundo, passou sua primeira noite preso no presídio Bandeira Estampa, no Complexo de Bangu 9. Como não possui nível superior o empresário divide a cela com outros cinco acusados de participação de envolvimento no Lava Jato.

O empresário alega que o dinheiro transferido para uma conta internacional, teria sido utilizado para comprar uma mina de ouro, da qual teria sido feito até um contrato falso da venda da mesma.

No mesmo presídio também estão presos no pavilhão Bangu 8, onde estão presos também envolvidos no Lava Jato, porém possuem nível superior, é neste pavilhão que se encontra o ex-governador Sérgio Cabral.

Publicidade

Piadas sobre a prisão do empresário

Em alguns twites os usuários usavam frases com a hastag "#ForçaEikeEstamosComVoce”, ironizando a campanha sobre a prisão do empresário, entre as “piadas” criadas estão algumas como: Posso imaginar a dor que o Eike está sentindo. 3 Bilhões na conta mas está preso e não pode gastar”, outro usuário publica: “Eike estamos com vc !!! Vc na cadeia e nós aqui assistindo de camarote. Financiamos sua vida de luxo agora chega”, um usuário chega a afirma que somente os filhos de Eike iriam aderir a campanha, e publicou assim: “Se vc não é filho do Eike Batista, eu acredito que não tem motivo nenhum pra usar essa” .

Essas e outras centenas críticas e piadas surgiram, e todas utilizavam a hastag criada por Olin.

Outra pessoa que aderiu a campanha do jovem foi sua madrasta, e mãe de seu irmão caçula de 3 anos, Balder, que completou a hastag afirmando que Deus tinha um propósito mesmo nos momentos mais difíceis.

#Investigação Criminal