Um bebê recém nascido foi encontrado dentro de uma mala na cidade de Piracicaba, São Paulo. Na última quarta-feira (04), o bebê que ainda estava com cordão umbilical foi descoberto pela polícia após denúncias, ele se encontrava em uma estrada de Piracicaba. O bebê estava enrolado em uma toalha dentro de uma mala, a polícia acredita que isso aconteceu apenas algumas horas após a menina entrar em trabalho de parto.

Um fato surpreendente é que a mãe do bebê tem apenas 11 anos de idade, a polícia acredita que a menor foi violentada sexualmente pelo seu próprio pai, um homem de 36, e então teria engravidado. O pai da menina nega qualquer envolvimento com #Estupro.

Publicidade
Publicidade

A mãe da garota de 11 anos afirma que não sabia que o marido estuprava a própria filha, ela contou que o parto foi realizado dentro de sua casa e quando avisou seu marido, ele resolveu abandonar o bebê em uma estrada da cidade. O homem foi detido pela polícia civil e irá responder por #Crime de abandono e violência sexual, ele já havia sido preso em 2007, ficando até 2010 na cadeia por crime de roubo.

Chá de bebê

A polícia conseguiu identificar a mãe do bebê através de um convite de chá de bebê que foi realizado por outra família que também iria ter um filho. A menina sempre alegava que tinha engordado e nunca falou que estaria grávida.

Em depoimento para a polícia, a mãe da menina de 11 anos disse que durante toda a gestação sua filha permanecia muito quieta, ela não dizia quem era o pai do bebê e chegou a justificar que isso era algo que poderia acontecer, comparando-se com a Virgem Maria, tentando provar que não teve relação sexual para ter o filho.

Publicidade

A polícia encaminhou a menina de 11 anos e o bebê para um hospital da cidade, a garota recebeu os cuidados corretos que devem ser feitos após dar a luz e o bebê ficou em observação para avaliar seu estado de saúde.

O investigador Jeferson Antônio Dias é quem apura o caso, o objetivo também é descobrir se a mãe da menina sabia que seu marido teria envolvimento com a gravidez da filha. #Maternidade