Um assassinato foi registrado na manhã de quarta-feira, 4 de janeiro, na Rua José Amador dos Reis, próximo à rua Mário Andreazza, na zona leste de Porto Velho, capital de Rondônia (RO). A vítima foi identificada como a adolescente Virgínia Estefany, de 13 anos. Nenhum suspeito de ter cometido o assassinato foi preso pela polícia.

Segundo informações repassadas pelo portal de notícias ‘Alerta Rondônia’, a jovem estava trafegando numa bicicleta, quando de repente foi abordada por dois homens numa motocicleta alta de cor escura. O carona sacou uma arma de fogo e efetuou mais de dois tiros em direção a adolescente. Logo após, os mesmos fugiram do local, tomando rumo desconhecido.

Publicidade
Publicidade

Segundo o portal, a jovem foi alvejada com um tiro na região do seu pescoço, vindo a mesma a cair no chão já agonizando.

Populares de imediato acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Quando uma equipe de socorristas chegou a local informado, constataram que a adolescente já estava sem vida. Segundo informações, a vítima tinha problemas com uso de drogas. A sua morte pode estar ligada ao tráfico de drogas na cidade. Quando os policiais chegaram ao local informado, os mesmos fizeram uma ronda na localidade atrás dos autores do assassinato, mas sem sucesso.

Agentes da Delegacia de Homicídios, junto com a Perícia Técnica, estiveram na cena do #Crime realizando o seu trabalho de perícia. Em seguida, o corpo de Estefany foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade, onde passou por exames de necropsia e, logo após, foi liberado para os familiares para o velório.

Publicidade

O assassinato foi registrado na Delegacia de Homicídios da cidade, onde foi aberto um inquérito para dar continuidade nas investigações e procurar os suspeitos.

De acordo com o ‘Alerta Rondônia’, com este assassinato, sobe para três o número de homicídios registrado neste início de 2017 em Porto Velho. Até o fechamento desta matéria, os suspeitos de terem assassinado a adolescente não foram presos pela polícia. #Investigação Criminal #Morte