Um caso de violência sexual foi registrado na manhã da última quarta-feira (11), em #Rio Verde, no sudoeste de Goiás.

Era por volta das 6h50 quando a Polícia Militar foi acionada para comparecer à rua Balsamo, no bairro Gameleira, onde, segundo denúncia, uma garota havia sido vítima de tentativa de #Estupro.

No local, os policiais militares encontraram uma adolescente de 15 anos. Ela relatou que estava transitando pelo local, quando foi atacada por um homem, que estava com o rosto coberto por uma camiseta.

A única característica que a vítima conseguiu identificar no agressor é que ele era um homem baixo e usava uma blusa de frio, shorts e chinelo.

Publicidade
Publicidade

Naquele momento, a garota começou a viver momentos de horror. Armado com uma faca, o homem ameaçou que a mataria, caso ela gritasse pedindo por socorro.

A menina foi levada a força a um terreno baldio, onde havia uma plantação de milho e mandioca. No local, o suspeito a obrigou a tirar toda a roupa e, na sequencia, exigiu que ela deitasse no chão.

Quando o homem iria iniciar os abusos sexuais, percebeu que a garota estava menstruada. E foi este o fator que salvou a garota de ser estuprada, já que o suspeito desistiu do abuso e fugiu. Só que, na fuga, ele levou o celular da menina.

Os policiais encontram a garota em estado de pânico e completamente nua. Em estado de choque, ela mal conseguiu relatar os fatos.

Mesmo assim, os policiais prestaram os primeiros socorros à menina e, na sequencia, realizaram patrulhamento em busca do suspeito.

Publicidade

Até o momento, ele não foi localizado.

Este caso gerou uma grande repercussão na cidade. Nas redes sociais, a população se mostrou indignada com os momentos de terror vividos pela garota.

Atentado ao pudor

Também na quarta-feira (11), houve registro de atentado ao pudor, na cidade de Rio Verde, Goiás. No período da tarde, por volta das 15h30, a Polícia Militar registrou outra ocorrência de cunho sexual, praticada em via pública.

Desta vez, um homem foi detido por estar se masturbando em via pública e mostrando seus órgãos sexuais a mulheres que passavam pelo local.

Segundo populares da região, não é a primeira vez que o homem comete esse tipo de abuso. Em outra oportunidade, ele havia até sido filmado por moradores, no momento em que se masturbava.

Diante dos fatos, os policiais o conduziram à delegacia da Policia Civil, para as providencias cabíveis. #Abuso Sexual