Mais uma história de #Crime contra a mulher, seus parente ou amigos, que foram assassinados juntos. E mais uma vez o autor do crime é o companheiro de uma das vítimas. Esse tipo de assassinato tem feito crescer o índice de crime contra mulher no Brasil. Desta vez o crime aconteceu em Barra Bonita, região centro-oeste de Santa Catarina. Um Homem invadiu a casa da namorada e deferiu diversos golpes de faca nela e em um casal de amigos dela, que estavam na casa no momento do ataque.

O crime aconteceu na tarde do último domingo (22), uma mulher de 48 anos, identificada como sendo Margarida Moraes, estava em sua casa que fica na cidade de Barra Bonita, em companhia de um casal de amigos, Zélia Tavares Santana, de 22 anos e Rodrigo Mulinari, de 19 anos, que tinham ido visita-la.

Publicidade
Publicidade

Os três foram surpreendidos pelo namorado de Margarida, Felix Guaragni, de 59 anos, que invadiu a casa em fúria, com uma faca em punho, e acabou matando a facadas a companheira e o jovem casal que estava no local.

Após cometer os crimes durante sua fuga o autor dos homicídios jogou seu veículo em rio da cidade e tentou se matar dando um golpe de faca nele próprio. O homem foi encontrado ainda com vida e foi socorrido, levado para uma unidade hospitalar onde recebeu atendimento médico e depois teve alta hospitalar, e foi encaminhado a delegacia.

Em depoimento o acusado afirmou não se lembrar de nada do que tinha acontecido no dia do ataque. Segundo o delegado que atendeu a ocorrência no dia do crime, o homem estava altamente embriagado. E antes de ir até a casa da vítima e cometer os crimes, o homem teria se envolvido em uma briga no bar onde estava bebendo.

Publicidade

Infelizmente as vítimas foram encontradas já sem vida no local. Moradores familiares e amigos estão muito abalados com os crimes.

Felix já tinha passagens pela polícia, ele havia sido preso em março de 2016, por cometer crime de agressão doméstica contra mulher. E já possuía um histórico de violência contra mulher em ocasiões diferentes.

O autor dos crimes encontra-se preso na unidade prisional avançada de São Miguel do Oeste, e está á disposição da justiça, onde provavelmente responderá pelos crimes cometidos por ele.

Familiares das vítimas desejam que desta vez ele seja condenado e fique muitos anos longe da sociedade, para que mais pessoas não se tornem futuras vítimas do assassino.

#Casos de polícia