O quartel da Marinha Brasileira, localizado na Avenida Brasil, 10.940, na Penha Rio de Janeiro. O Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA), é a porta de entrada para quem realiza o sonho de entrar nas forças armadas através da Marinha. Porém o cenário em volta do quartel nos últimos anos são os piores. Bandidos armados que não se intimidam, e a qualquer hora do dia e da noite desfilam em frente ao quartel impondo e autoridade e deixando os militares acuados dentro do CIAA.

Os traficantes pertencem a Favela Kelson’s, e aparecem segurando fuzis, pistolas e mochilas. São cerca de onze criminosos que aparecem nas imagens, o local da foto é nas proximidades do CIAA e na esquina da favela de Kelson’s.

Publicidade
Publicidade

O que mais impressiona é que tudo ocorre em plena luz do dia.

Na verdade episódios parecidos já vêm acontecendo desde 2014, e só vem aumentando com o passar dos anos. Os militares que servem no quartel convivem com este incômodo quase que diariamente.

Em março de 2014, o quartel acabou sendo invadido por 4 bandidos armados, que fugiam de policiais do Bope, que realizavam uma operação na comunidade de Kelson’s. Os 4 criminosos foram rendidos e presos pela polícia.

As fotos que circulam foram tiradas de dentro do quartel, e mostram o “poder”, do tráfico no local. Em outra imagem também dá para ver um bandido em posse de um fuzil, escondido entre um post e um barril com concreto, sem nenhum impedimento.

De acordo com informações fornecidas por um militar da unidade, ninguém pode ficar falando sobre o assunto, que já virou um tabu, porem ninguém tomo uma atitude para retirar os traficantes da porta do quartel, afirmou o militar.

Publicidade

A ordem que é dada é para não atirar contra eles, a menos que invadam o quartel, conforme explicou um sargento da unidade, segundo ele do portão para fora é serviço da Policia Militar combater o #Crime.

Os criminosos estão cada vez mais audaciosos, e tentam desta maneira provar que são eles que mandam.

As imagens começaram a circular neste último sábado (21), a foto foi tirada por, um sentinela que conseguir capturar as imagens por uma brecha, que fica localizada em uma das torres de segurança. #Investigação Criminal