Nesta quarta-feira, 4, o site da Revista Veja publicou uma denúncia grave. De acordo com o portal de notícias, o governo do Amazonas está usando um caminhão utilizado para entrega de merenda no armazenamento de corpos. Nele, estão presidiários assassinados na rebelião do último fim de semana no no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). A maioria dos cadáveres está esquartejado ou decapitado. Segundo a Veja, o caminhão frigorífico foi emprestado pela Secretaria de Educação do estado do Amazonas ao Instituto Médico Legal (IML) da região, que não tem como armazenas tantos cadáveres.

O caminhão costuma levar merenda para escolas públicas da região.

Publicidade
Publicidade

A maioria dos alunos que come a merenda é formada por crianças e adolescentes. Autoridades dizem que não há perigo na nova utilização do caminhão, que deve passar por uma 'limpeza' após guardar o corpo de presidiários barbaramente assassinados. O empréstimo do caminhão foi confirmado por Sérgio Fontes, Secretário de Segurança Pública do estado. Já a Secretaria de educação diz que apenas indicou a empresa que faria o serviço, mas essa, é claro, pode utilizar o automóvel para os mais variados fins.

O uso de caminhões frigoríficos com humanos é até comum, especialmente quando a quantidade de mortos em uma tragédia é bastante grande, como o que aconteceu no presídio do Amazonas. A rebelião foi considerada a mais sangrenta desde 1992, quando o Carandiru teve uma luta entre bandidos e policiais.

Publicidade

111 presos morreram naquele ano no presídio de São Paulo.

O IML da região tem espaço apenas para receber até vinte corpos por vez, mas o local recebeu em dois dias 56 corpos. O reconhecimento dos cadáveres fez com que os peritos tivessem bastante dificuldade em seu trabalho. Eles tiveram que achar que parte de corpo era de cada preso. Até o momento, apenas trinta detentos tiveram o seu reconhecimento feito. Enquanto isso, familiares se dividem para ter informações entre a porta da prisão e a do Instituto Médico Legal. Na sua opinião, o uso do caminhão é correto? Comente. #Crime