Uma jovem de 29 anos está desaparecida há no mínimo 10 dias, após ter ido morar em um garimpo ilegal em Mato Grosso. Paula Andressa morava em São José das Palmeiras, no Paraná, e se mudou para município de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, para um garimpo em busca de ouro. A área onde fica o garimpo ficou conhecida como “Nova Serra Pelada”.

O último contato da jovem com a família foi no dia 03 de janeiro, ela teria ligado para a mãe, e informado à família que estava querendo ir embora, e voltar para perto dos parentes.

De acordo com uma prima de Paula, Rafaelyn Gregório Brum, um Boletim de Ocorrência, relatando o sumiço da jovem foi registrado em Ponte Lacerda.

Publicidade
Publicidade

Uma Tia de Paula viajou até a cidade para buscar notícias da sobrinha. A mulher informou à imprensa que esteve no apartamento onde a sobrinha morava, e estava tudo mesmo lugar. Objetos pessoais, roupas tudo lá, até os remédios controlados que Paula fazia uso.

Segundo a tia a sobrinha estava tomando medicamento para depressão, e havia informado à família que por orientação médica continuaria o tratamento ao lado da família. Paula morava de aluguel, e afirmou que no dia 10 de janeiro, quando vencesse o mês do pagamento do apartamento, iria embora para o Paraná e ficar junto com seus familiares. A tia da jovem informou que dentro do apartamento encontrou a quantia de R$ 200,00, que Paula teria tomado emprestado de um amigo e desapareceu sem ter usado o valor.

Rafaelyn informou à imprensa que a depressão da prima era de terceiro grau, e ela não podia ficar sem tomar os remédios controlados prescritos pela médica que a acompanhava.

Publicidade

A prima de Paula contou ainda que a jovem morava no Paraná, mudou para Novo Progresso no Pará, onde trabalhou e conseguiu abrir uma funerária, porém fechou o estabelecimento e se mudou para o garimpo de Pontes Lacerda em busca de encontrar ouro.

Até o fechamento desta matéria Paula Andressa continuava desaparecida, a família está angustiada em buscas de notícias, sem saber ao certo o que teria acontecido com a jovem.

A família espera que a polícia consiga descobrir o paradeiro da jovem, e desejam que nada de mal tenha acontecido a ela. #Crime #Casos de polícia