Tatiana Ferreira Pereira, de trinta e dois anos, confessou que matou seu filho, Itaberli, de apenas dezessete. A gerente de supermercado revela que tinha uma relação muito difícil com o rapaz, que, segundo ela, levava muitos homens para casa e tinha relações por lá. A mulher, no entanto, nega que o #Crime tenha sido por homofobia e garante que Itaberli também usaria cocaína. A droga seria dividida entre ele e seus supostos múltiplos parceiros. Tatiana diz que matou o filho, pois eles sempre brigavam e ele dizia ser o dono da casa. A gerente revela que sabia que Itaberli tinha uma faca guardada em seu quarto. No dia do assassinato, no entanto, ela entrou no cômodo e viu o filho sentado ao chão, sem nenhum objeto.

Publicidade
Publicidade

Ela deu três facadas em seu pescoço.

Em seguida, com a ajuda do padrasto do rapaz, o tratorista Alex Canteli Pereira, de trinta anos, ela amarrou o cadáver do rapaz em um edredom, colocou fogo e jogou em um canavial. Alex confirma que a esposa e o menino tinham uma relação complicada e que decidiu ajudá-la para não ver a "família ruir de vez". Segundo ele, no entanto, o jovem não usaria drogas com frequência na residência. O tratorista garante que só viu o garoto fumando maconha uma vez. Ele confirmou, no entanto, que novos homens eram vistos diariamente em sua casa e que Itaberli não obedecia as regras da residência, tampouco saía do local, alegando ser menor de idade.

A mãe do menor, segundo os investigadores, diz que não está arrependida. No depoimento, ela seque chorou, mostrando uma grande frieza.

Publicidade

A mulher conta que antes de esfaquear o filho no pescoço ainda deu um golpe nele de chave de braço. O crime aconteceu pouco depois do Natal, no dia 29 de dezembro. O corpo do jovem, no entanto, foi encontrado no dia 04 de janeiro. Dias antes, a família posou toda vestida com roupas de papai noel para uma foto. Na legenda, a frase "família em primeiro lugar". Familiares dizem que a mãe tinha muito preconceito por o filho ser homossexual e por ter um jeito mais feminino.