Jeniffer dos Santos, de apenas quinze anos, estava desaparecida, em uma cidade do estado da Bahia. O seu corpo ficou sem paradeiro por mais de uma semana. No entanto, familiares e a polícia tentavam dar pistas do que aconteceu com a jovem moça. No entanto, Jeniffer não voltaria mais viva para casa. Fotos do seu corpo começaram a surgir nas redes sociais. De forma irresponsável, muitos internautas acabaram partilhando fotos do cadáver da garota. Elas, no entanto, também ajudaram que o corpo fosse recuperado pelos investigadores. No entanto, o que aconteceu com Jenifer? É essa a pergunta que os policiais fazem.

O que se sabe é que, ainda no começo do mês, a jovem pegou uma moto emprestada com um amigo.

Publicidade
Publicidade

Esse tal rapaz teria forte ligação com ações criminosas. No entanto, mesmo assim, Jennifer tinha amizade com ele. Sendo menor de idade, a vítima foi passear pela cidade, ao lado de uma amiga. O problema é que, rapidamente, policiais notaram que ela não tinha dezoito anos e que, portanto, não poderia estar pilotando a motocicleta. A moto foi apreendida e levada para um depósito. O jovem com ligação ao #Crime então exigiu que a garota desse a ele R$ 500 para recuperar o transporte de duas rodas. A adolescente, que não tinha dinheiro, acabou não dando a quantia ao criminoso e, logo depois, acabou sumindo.

Uma das teorias é que a jovem tenha sido morta por conta da dívida. No entanto, o caso ainda é investigado pelos agentes da lei. Infelizmente, casos como esse, são extremamente comuns em todo o Brasil.

Publicidade

Nem todos, é claro, acabam solucionados e criminosos passam anos soltos, ou sequer são presos pelos seus crimes. A família da jovem morta, cujo corpo foi encontrado largado em um terreno, mostram consternação nas redes sociais. Mesmo com a jovem tendo ligação com um homem do crime, eles a amavam e querem entender o que de fato aconteceu.

Na sua opinião, a moça sumida realmente foi morta por não pagar o valor da apreensão da moto? Não esqueça de deixar sua opinião. Ela é importante. #Investigação Criminal