Na madrugada desta sexta-feira (6) ocorreu uma nova #chacina em um penitenciária no norte do país que assombrou o Brasil. Foi na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC), na zona rural de Boa Vista, no estado de Roraima, onde 33 presidiários, membros da Família do Norte (FDN), grupo criminoso amazonense, foram assassinados de forma brutal.

A tropa do Batalhão de Operações Especiais já ocupou o local e debelou o levante, conforme informação do governo local. Há indícios de que os mortos tiveram seus corpos mutilados, de forma semelhante como ocorreu na unidade prisional, no começo desta semana, em Manaus

A motivação deste crime violento foi uma reação ao massacre dos componentes do PCC (Primeiro Comando da Capital) no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (COMPAJ), em Manaus, causado pela Família do Norte (FDN), que no domingo passado, dia 1º de janeiro, matou aproximadamente 60 presos, na maioria ligados à facção criminosa oriunda de São Paulo.

Publicidade
Publicidade

As vítimas tiveram seus corpos dilacerados, queimados, cabeças, vísceras, espalhadas na instalações do presídio e expostas nas redes sociais, chocando a opinião pública, causando um mal-estar entre o Governo do Estado do Amazonas e o Ministério da Justiça, que trocaram acusações mútuas de terem sido omissos em suas atribuições de prevenir possíveis fugas e rebeliões naquela unidade prisional.

A Família do Norte (FDN) é rival do PCC (Primeiro Comando da Capital) no narcotráfico e contrabando de armas internacional na rota existente entre a Região Norte do Brasil e os países fronteiriços. A facção do Norte do Brasil tem estreitas ligações com o Comando Vermelho (CV) do Rio de Janeiro e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

Devido a esta rivalidade, em 16 de outubro do ano passado, houve rebelião e mortes na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC).

Este novo massacre é o terceiro maior do pais, perdendo em números de mortos apenas para os que aconteceram nos Complexos Penitenciários do Carandiru (São Paulo) e de Anísio Jobim (Manaus).

Publicidade

#2017