Um crime que choca é o crime de homicídio, mas ele se torna mais horripilante quando tem crianças envolvidas. No Brasil, onde a violência urbana é um câncer que destrói a sociedade, constantemente surgem notíciais de mortes violentas envolvendo crianças. E mais um caso horripilante desses foi registrado em Goiás. Uma garotinha de apenas 8 anos morreu baleada, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. A triste notícia deixou o dia mais cinzento no estado.

Os goianos estão aterrorizados com esta informação. Segundo relatos da Polícia, a menina de oito anos morreu na noite desta sexta-feira, 13. Ela estava na calçada de uma residência acompanhada de seu irmão quando foi baleada na boca.

Publicidade
Publicidade

A garota chegou a ser socorrida por uma equipe de resgate, mas após uma série de procedimentos de reanimação feita pela equipe médica, ela não resistiu ao ferimento e veio a óbito no local.

A residência onde ela foi baleada fica na rua Santa Helena, no Jardim das Esmeraldas. Segundo relatos de testemunhas para a Polícia Militar, a garota estava participando das comemorações do aniversario de seu irmão mais velho. No memento em que ela foi baleada ela estava dançando na calçada.

A Polícia acredita que os disparos na verdade eram para acertar o irmão mais velho da garota, pois o jovem de 22 anos está envolvido no mundo do crime. Ele tem passagens por tráfico de drogas e porte de arma de fogo. O jovem já havia escapado da #Morte outra vez, quando foi alvo de uma tentativa de #homicídio.

A polícia técnico-cientifica esteve no local iniciando as investigações, que ficaram a cargo da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Publicidade

Ainda não há pistas sobre a autoria. A Polícia Militar realizou rondas na região em busca do suspeito, mas ele não foi localizado.

Uma equipe do IML removeu o corpo do local e levou para o Instituto Médico Legal de Goiânia, para fazer os devidos exames cadavéricos. Na manhã deste sábado o corpo foi liberado aos familiares.

A população goiana esta indignada com este caso. A morte trágica da garota causou uma grande comoção nas redes sociais. #Casos de polícia