Neste fim de semana, um vídeo gravado em um famoso shopping de Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais, acabou produzindo o maior sucesso nas redes sociais. Ele mostra um homem, identificado apenas como Júnior, indo atrás do suposto amante de sua esposa. Durante o vídeo, que tem cenas fortes de violência, o esposo traído acusa um pastor da Igreja Mundial do Reino de Deus de transar com sua mulher. O nome do pastor não é dito por Júnior, mas ele faz questão de dizer a qual igreja o homem pertence. A congregação do religioso, segundo o agressor, é a mesma de Valdemiro Santiago, que na semana passada foi esfaqueado durante um culto pela manhã.

Um amigo do traído grava toda a cena por celular e pede para que Júnior não bata no pastor.

Publicidade
Publicidade

Funcionários do restaurante também tentam conter a briga. Para a sorte dos donos do estabelecimento, aparentemente, ele não quebrou nada. O local estava praticamente vazio. Eram poucos os clientes que acabaram vendo a cena. Inicialmente, o homem diz que vai conversar com o pastor. Um segurança tenta conter a briga dos dois, mas acaba se afastando. O homem traído dá pelo menos dois socos no pastor, que está vestido com roupas sociais. Ele tenta se defender com uma das pernas, mas o esposo é mais rápido.

O traído enfurecido chama o pastor de 'diabo' e diz que sua mulher não seria uma das muitas prostitutas que o homem que apanha teria. Após levar uns tapas, o religioso tenta sair correndo por dentro do local, mas é perseguido. Por fim, Júnior, cansado de bater em seu rival, decide acabar com a briga e ele mesmo sair com o amigo do restaurante.

Publicidade

Veja abaixo o vídeo que mostra o homem casado batendo no pastor e o acusando de pegar sua mulher. Atenção, as imagens abaixo contém cenas de violência. Por isso, fica o alerta. Na sua opinião, o casado agiu bem em agredir o pastor por sua esposa supostamente ter o traído com ele? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre importante para todos nós e ajuda a criar diálogo a respeito do tema.

#Crime