A interação na rua entre os veículos nem sempre é das mais tranquilas. As paradas de ônibus, por exemplo, muitas vezes criam gargalos não apenas para os carros, mas também para outros ônibus e, eventualmente, bicicletas. Posicioná-las é um trabalho mais complexo do que parece, e uma escolha acertada pode fazer diferença no trânsito sem criar nenhum custo ou medida extra.

Mas um trabalho mal feito vem causando polêmica no Estado do Tocantins. Uma mini parada de ônibus localizada no bairro Residencial Jardim dos Buritis, em Gurupi, chama a atenção de quem passa e está provocando revolta entre moradores. A estrutura abriga apenas uma pessoa.

Publicidade
Publicidade

Na maioria das vezes, os usuários ficam sem sentar e expostos ao sol ou à chuva.

“As pessoas ficam pedindo lugar para esperar o ônibus e não tem”, disse José Gomes, cobrador de ônibus.

Os moradores da cidade não sabem por que o ponto é tão pequeno, já que muitos utilizam o #Transporte público diariamente, e a Prefeitura também não quis se pronunciar sobre o caso específico. Mas a verdade é que este é apenas um módulo para pontos de ônibus.

Eles são feitos para serem colocados um do lado do outro e, assim, formar um ponto de ônibus de verdade, para mais pessoas, porém parece que a Prefeitura de Gurupi não percebeu isso ou quis economizar.

Gurupi é a terceira maior cidade do Tocantins, localizada no sul do estado a 223 km da capital Palmas. As principais fontes de renda do município são a pecuária e a agricultura.

Publicidade

Paradas em outros locais do mundo

Dubai é um deslumbramento, diferente na arquitetura, cultura e educação. Prédios espetaculares, dos mais variados estilos arquitetônicos, flores naturais conservadas nos jardins de areia, com irrigação e tratamento das águas do próprio golfo pérsico. No caso dos pontos de ônibus, estes contam com ar-condicionado e bancos de couro.

99% dos pontos de ônibus em Londres são assim. Todos possuem mapas da região integrados com as rotas dos ônibus. As rotas, as ruas, os pontos e os ônibus estão todos listados em ordem alfabética. Além disso, tem banco pra esperar.

Para não dizer que usamos exemplos apenas de fora do país, esse ponto de ônibus fica em Curitiba. Como inovações, o acesso de deficientes a qualquer ônibus (sem adaptações especiais), o cobrador nos pontos e não dentro dos veículos e a possibilidade de baldeação sem pagar nova passagem.

A população de Gurupi espera que a Prefeitura se espelhe nesses exemplos o mais rápido possível e dê pontos de ônibus mais dignos à cidade. #transito #Curiosidade