Na última segunda-feira (23) a Prefeitura da cidade de Ariquemes, em Rondônia, anunciou oficialmente a proibição do uso dos #Livros escolares que possuem conteúdos relacionados com diversidades sexuais, preservativos, casamento homossexual e orientações de gêneros.

Em agosto de 2016, o Ministério da Educação distribuiu o material para as escolas públicas, mas uma parte da população e alguns vereadores da cidade resolveram registrar um pedido de suspensão dos livros, por não concordarem com o conteúdo e alegando que esses assuntos não podem se tratados com crianças.

A #prefeitura resolveu verificar o material escolar e foi comprovado que alguns trechos comentavam sobre casamento homossexual, preservativos, diversidade sexual e gêneros.

Publicidade
Publicidade

O prefeito da cidade Thiago Flores se reuniu com doze vereadores do município e, após analisarem, decidiram anunciar oficialmente uma nota explicando a proibição do uso desses livros nas escolas públicas, sob a alegação de que esses assuntos não deveriam ser tratados nas escolas com as crianças, mas apenas em casa: "Os pais e responsáveis que devem conversar com seus filhos e da maneira que melhor escolherem".

De acordo com o vereador da cidade Amalec da Costa, já existe uma lei que proibe aulas ou orientações sobre gêneros dentro das escolas públicas. Ele acredita que as famílias de Ariquemes concordam com as medidas propostas pela prefeitura, pois são famílias tradicionais.

Lucas Follador, vice-prefeito, deu uma declaração pedindo para a população não se preocupar, pois esses livros serão substituídos o quanto antes e não prejudicarão os alunos, nem a grade escolar, e que estão trabalhando rapidamente para retirar todos os livros.

Publicidade

Boa parte já foram retirados das escolas.

A preocupação dos pais é o fato de que as aulas começam no início do mês de fevereiro e seus filhos podem ficar sem material didático. A prefeitura garantiu que não terá problemas, já que no inicio das aulas os professores fazem um tipo de avaliação e, portanto, não será necessário o uso imediato dos livros e que estão tomando todas as providencias para substituir todos os livros. #gay