Uma dupla de parceiras do #Crime está causando indignação nas redes sociais. Algemadas por serem suspeitas de praticar roubo, elas fazem questão de dizer a um cinegrafista amador que não se arrependem e que logo logo estarão nas ruas de novo, para mais delitos.

O vídeo foi postado uma página noticiosa do Facebook, especializada em fatos policiais. No material audiovisual, as meninas menores de idade e vestidas com roupas e bonés de marca tripudiam da situação.

Com anéis, maquiagem e cabelos coloridos, elas aparentam estar bem cuidadas e pertencer a famílias de classe média. O crime, ao que parece, é uma opção e, não, uma necessidade.

Publicidade
Publicidade

Do jeito que uma delas fala é possível interpretar que roubar chega a ser uma diversão.

O fato é que o lazer da dupla rendeu nesta semana uma prisão que não parece ter sido a primeira e nem a última na vida das duas “bad girls”.

Não é possível saber a procedência das meninas, mas pelo sotaque característico é possível supor que o caso aconteceu em alguma cidade do Norte ou Nordeste do Estado.

O vídeo começa com uma das garotas dizendo ao cinegrafista: “Vou até fazer pose pra tu (sic). Pode filmar. Não tem problema. E vamos roubar de novo quando sair. E dá o que?”, pergunta, para na sequência as duas responderem em coro: “Não dá nada, parceiro”.

Quando mais a câmera registra, mais ambas falam com empáfia. “Tá filmando? Filma mais. Aqui ó, na filmagem”, diz uma delas, mostrando o dedo do meio.

Publicidade

Depois, ao perceber que continuam em foco, a mais atirada diz: “Um salve para os ‘menor problema’ (sic)”.

O cinegrafista pergunta o nome delas e elas dizem que não interessa.

Afirmam ainda que após serem presas saem no mesmo dia. “Nóis vai lá só pra comer todinho e lasanha. Tá achando o que? Que é problema? Bom que dá menos despesa para minha mãe (sic)”. A outra reforça: “Boca livre”.

Perplexo, o homem que registra os comentários questiona se elas não pensam nas famílias. Elas dão risada. A mais falastrona ainda diz que sua mãe virá lhe buscar. “Pode filmar, roubei mesmo. Agora filma aí que tão ameaçando nóis, seu coxinha (sic)”.

Depois, ameaça os policiais, dizendo que o pai é capitão. “Bate na minha cara que meu pai te tira da polícia e não dá o menor problema”.

Elas ainda têm tempo de dar uma gargalhada e de tirar sarro da vítima, a quem chamam de comédia.

#Investigação Criminal